Polícia Federal faz operação contra contrabando de agrotóxicos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal está fazendo em Sinop, Sorriso, Feliz Natal, além de São Paulo (SP), Campo Grande (MS) e Terra Roxa (PR) a segunda fase da operação Terra Envenenada, com objetivo de combater o ingresso, transporte e comercialização de agrotóxicos ilegalmente importados mediante extensa rede criminosa formada a partir do Paraguai e China até o Nortão de Mato Grosso.

Em Sinop houve 6 prisões de investigados e suas identidades não foram divulgadas. Uma fonte da Polícia Federal confirmou, que um deles é o vereador Toninho Bernades (PL), preso em sua casa, e foram feitas buscas em seu gabinete, na câmara de Sinop. Ainda não foi esclarecida qual a acusação contra o parlamentar.

De acordo a assessoria, foram expedidos 15 mandados de buscas e apreensões e 10 de prisões, expedidos pela Justiça Federal de Sinop. Foram apreendidos documentos e materiais para avançar na investigação, agrotóxicos, além de armas irregulares e dinheiro (valor não detalhado).

Há mais mandados sendo cumpridos em Sinop, um deles foi em um escritório, na região central. Já em Sorriso, uma das ordens judiciais foi numa casa, localizada no bairro Villa Romana, onde foram apreendidas duas Toyota SW4 e um GM S10.

A primeira fase da operação ocorreu em 2018. Além de Mato Grosso, foram cumpridos mandados de busca e apreensão também em Goiás e Paraná. A organização criminosa comprava os produtos do Paraguai e os transportavam por estradas, aumentava o volume, adulterava os produtos com agroquímicos permitidos ou inseticidas de preço baixo, revendendo a valores altíssimos para outros intermediários.

Outro lado
Por nota, a defesa do vereador Toninho Bernades afirmou que ainda não teve acesso a eventuais autos de processos em trâmite na 5ª Vara Federal de Mato Grosso. Esclareceu que “várias pessoas foram conduzidas até à delegacia da Polícia Federal em Sinop, em razão de mandado de prisão temporária e, ao que parece, os mandados de prisão temporária têm o objetivo de ouvir todos os suspeitos”.

Fonte: Só Notícias