Pastor ora por ladrão durante assalto e bandido morre na hora. Vídeo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Foto: Reprodução

Um homem morreu após tentar assaltar um grupo de religiosos que estavam em um monte, no bairro das Piabas, na noite de sábado (5), em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo informações da Polícia Militar, ele e um outro suspeito abordaram quatro homens que estavam fazendo um ritual de oração em um monte. O homem que morreu estava armado com um facão e uma réplica de revólver.

Enquanto ele anunciava o assalto, o pastor, líder religioso do grupo, fez uma oração para o suspeito que, segundo a polícia, teve um mal súbito e morreu na hora logo em seguida. O outro suspeito conseguiu fugir em direção a um matagal.

A polícia foi chamada ao local pelo pastor e por os outros fiéis.

Rabecão e perícia foram até o local, e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Betim, também na Região Metropolitana de BH.

A equipe da perícia técnica da Polícia Civil esteve no local da morte para realização dos primeiros levantamentos. As investigações estão em andamento para identificação e prisão do segundo suspeito do roubo.

COMPARSA SE ENTREGA

Um dos suspeitos de ter participado de uma tentativa de roubo a um grupo de fiéis na noite de sábado (5) se apresentou à Polícia Civil, na tarde desta terça-feira (8), em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

No dia do assalto, ele estava junto com o homem que teve um mal súbito e acabou morrendo após uma oração do pastor, no monte das Piabas, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito se apresentou, nesta terça-feira (8), na 1ª Delegacia de Polícia Civil em Ribeirão das Neves e prestará depoimento acerca dos fatos ocorridos no último sábado (5).

“Não há que se falar em prisão em flagrante em razão do lapso temporal decorrido”, disse a polícia, que vai prosseguir com as investigações do caso.

Fonte: G1-MG

Fonte: G1-MG

Vídeo da notícia