Mais de 410 mil mato-grossenses estão com títulos eleitorais cancelados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito: Divulgação

Regularizar a situação do título eleitoral é fundamental, não só para o fortalecimento da democracia, mas também é condição exigida para tomar posse em cargos públicos, processos seletivos educacionais, se candidatar às eleições, entre outras situações. Em Mato Grosso, 414.289 pessoas estão com os títulos cancelados. O número de eleitores aptos ao voto, ou seja, com a situação regular, é 2.233.590.

Os cancelamentos podem ocorrer por deixar de votar nas últimas três eleições consecutivas, que é o caso de 140.961 eleitores em Mato Grosso; e por não comparecimento à revisão do eleitorado (isto é, não fizeram a biometria), o que corresponde a 273.328.

Aqueles que estão com os títulos cancelados por não comparecerem aos últimos pleitos e não terem feito a biometria podem regularizar a situação a qualquer momento.

No estado, 26.963 pessoas estão com os títulos suspensos. Estes são casos temporários relativos aos direitos políticos do eleitor, portanto, impede que a pessoa vote ou seja votada.

Mato Grosso possui 8.345 seções eleitorais, distribuídas em 1.481 locais de votação. Os Cartórios Eleitorais estão instalados em todo o estado, totalizando 57 Zonas Eleitorais, responsáveis pelo atendimento ao eleitor e confecção dos títulos.

Atendimento ao eleitor

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) disponibiliza atendimento virtual, além do presencial, por meio de números de telefone e de WhatsApp dos Cartórios Eleitorais. No site do Tribunal, também é possível acessar um passo a passo do atendimento virtual, com várias orientações ao eleitor de acordo com o serviço que deseja.

Além disso, a Justiça Eleitoral oferece o aplicativo E-título, no qual é possível obter a via digital do título eleitoral e a consulta a informações como número da Zona Eleitoral, situação cadastral, certidão de quitação e certidão de crimes eleitorais. O app pode ser baixado para smartphone ou tablet, nas plataformas iOS ou Android. Após baixá-lo, basta inserir os dados pessoais.

Fonte: TRE - MT

Mais notícias

AUTO TESTE

Anvisa aprova uso e comercialização de autoteste para covid-19

caminhão

Homem cai de cima de caminhão, bate a cabeça no chão e morre

resolve

Resolução detalha avaliação psicológica para porte de arma

cho

Mulher morre ao levar choque de celular que estava carregando

fri

Executivo de multinacional é flagrado fazendo sexo no capô de carro

covv

Itanhangá: Casos de covid continuam aumentando e prefeitura faz apelo

%d blogueiros gostam disto: