Itanhangá: Assinaturas para que tenhamos voto impresso estão sendo colhidas

Crédito: Reprodução

Assinaturas para a criação de uma proposta no Congresso Nacional, que implante a contagem pública de votos nas eleições do país, estão sendo reunidas no Nortão de Mato Grosso.

Após visitar Peixoto de Azevedo, Matupá, Guarantã do Norte e Novo Mundo, dessa vez as a buscas por assinaturas em apoio ao projeto de iniciativa popular, estará neste sábado, dia 03 de fevereiro, aqui em Itanhangá.

Os organizadores estarão recolhendo as assinaturas, Na Praça União Da vitória, em frente a Feira do Produtor, das 14 horas até as 18 horas.

Documentos necessários para participar deste movimento democrático:

Titulo de Eleitor, CPF e R.G.

De acordo com o empresário Hélio Kaminski, um dos organizadores do recolhimento das assinaturas, a ação tem o objetivo de contribuir com a democracia, trazendo mais transparência para o processo eleitoral do Brasil.

A proposta idealizada a princípio pelo procurador do Estado de Mato Grosso do Sul, Felipe Gimenez, tornou-se uma iniciativa popular e está sendo apoiada em todo o Brasil, em busca das assinaturas de 1% da população, para que a proposta seja analisada pelo Congresso, segundo Kaminski.

“Estamos lutando por transparência e por isso estamos dando apoio total ao projeto do doutor Felipe Gimenez. Precisamos da ajuda da população para reunirmos as assinaturas necessárias”, disse o empresário.

A população de Itanhangá está sendo convidada a participar deste mutirão de assinaturas e assim termos eleições confiáveis.

Veja as cidades que o movimento estará presente neste final de semana:

*03/02/24 (sábado)*
Das 07:00 as 11:00 horas;
TAPURAH – Canteiro Central (em frente ao Delmoro)
Das 14:00 as 18:00 horas;
ITANHANGÁ – Junto à Feira do Produtor (na praça União Da Vitória).
*04/02/24 (domingo)*
Das 09:00 às 12:00 horas;
NOVA UBIRATÃ – Centro de eventos Alcançe;
Das 15:00 as 19:00 horas;
SORRISO – Esquina da av. Blumenau com Brescansin.

Fonte: ITA Notícias

Escrito por: Angelo Destri

Mais notícias

Vereadora do PT tem contas bloqueadas para pagamento de indenização de quase R$ 11 mil a Cattani

Medeiros chama vetos de Lula ao marco temporal de “insanos” e defende derrubada

Porto: Vereador tem mandato cassado por homofobia

Constrangidos por nunca cassarem honrarias de políticos corruptos, vereadores mantém título de cidadão de Cattani

Grupo de direita se reúne em Nova Mutum para debater futuro político do país e voto impresso

Câmara mantém título de cidadão para Silval e cassa honraria de Cattani por lutar contra o aborto

%d blogueiros gostam disto: