Avião explode no aeroporto da Bom Futuro e mata duas pessoas

Crédito: Reprodução

Uma das vítimas fatais do acidente ocorrido no aeroporto da Bom Futuro, nas imediações do bairro Ribeirão do Lipa, em Cuiabá, foi identificado como sendo Fernando Kawahata Barreto. Ele era o piloto da aeronave, que explodiu logo após a decolagem, após perder sustentação e cair ainda na área do aeródromo.

O avião, um King Air C90GTI estava em situação regular e só tinha autorização para uso particular. Na queda da aeronave, ocorrida na tarde desta quarta-feira (4), morreram Fernando Kawahata Barreto e um homem de 58 anos, com as iniciais J.J.J que trabalhava na obra de ampliação do local.

Fernando Kawahata Barreto possuía um canal no Youtube, onde postava vídeos de pousos, decolagens e voos realizados por ele, em sua maioria, em aeronaves do mesmo modelo.

Relatos de pessoas próximas ao piloto, apontam que ele teria perdido a mãe recentemente, há cerca de duas semanas. Imagens mostram que o avião aparece inclinado próximo a pista, em um ângulo de vôo em que a sustentação fica bastante comprometida, o que tornava uma manobra de recuperação bastante difícil.

Na sequência, a asa esquerda acabou tocando o asfalto e a aeronave termina se chocando com um hangar, onde explodiu. Informações preliminares dão conta que o avião sofreu uma falha num dos motores ao decolar do aeroporto.

Além do piloto estavam no voo o produtor rural Adelar Mateus Jacobows e um amigo que foram encaminhados pelo Centro Integrado de Operações Aéreas – CIOPAer ao HMC.

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião é um King Air C90GTI, considerada uma das mais seguras do mercado, mas que também esteve envolvida em uma fatalidade recente, o acidente que culminou na morte da cantora Marília Mendonça. A aeronave está registrada em nome de Valdir Roque Jacobowski, produtor rural de Campo Novo do Parecis.

Atualização

O segundo morto no acidente é um homem de 58 anos, que era funcionário da empresa terceirizada que prestava serviços no aeroporto. Os corpos ainda serão retirados das fuselagens do avião, após o término da Perícia da Politec.

A Polícia Civil informou que a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá está com uma equipe em atendimento ao acidente. A equipe da DHPP está apurando informações e a identificação das vítimas, acompanhada dos trabalhos periciais da Politec-MT e o Instituto Médico Legal (IML) da Capital.

Fonte: Folha Max

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

MT tem diversas opções de lugares para passear nas férias de julho. Fotos

MT oferece primeiro curso técnico de Cuidador de Alunos com Deficiência do país

Itanhangá: Venha aproveitar as vantagens do feirão SICREDI de energia solar

Poeira em estrada pode ter causado acidente fatal de jovem na MT 338

Idoso de 69 anos morre em grave acidente entre três veículos na BR-163

Itanhangá: Município sediou o maior torneio de bocha do Vale Do Arinos. Fotos