Vaca Louca: Mapa descarta risco para produção bovina no país

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito: Reprodução

A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) notificou, na segunda, 06/07, que considera como encerrado a investigação sobre a ocorrência de dois casos atípicos de encefalopatia espongiforme bovina (EEB) , doença conhecida como o “mal da vaca louca”, de animais que estavam em frigoríficos de Nova Canaã do Norte (MT) e de Belo Horizonte (MG).

“Diante dos resultados obtidos, esses casos foram concluídos e não representam risco para a cadeia de produção bovina do país”, destacou, em comunicado, o Ministério da Agricultura (Mapa).

Com a decisão da OIE, o Mapa reforça que o Brasil mantém a sua classificação como país de risco insignificante para a doença. Diante do cenário, não justificaria qualquer impacto no comércio de animais e seus produtos, destacou o Mapa.

Uma reunião com representantes dos governos do Brasil e da China, para a negociar a retomada das exportações ao país asiático, deve acontecer entre representantes dos dois países. No entanto, em comunicado, o Mapa informou que ainda não há previsão de quando o encontro irá acontecer.

Fonte: Canal Rural

Mais notícias

porco

Suinocultores de MT têm prejuízo de até R$ 180 por animal

glifosato

Agricultores devem ficar atentos para falta de glifosato

podre

Indea MT investiga nova doença que está apodrecendo os grãos de soja

lavou

Sema prorroga Autorização Provisória de Funcionamento de Atividade Rural

gafanho

Nuvem de gafanhotos invade lavoura de milho e destrói plantação

hsayes

Quebra das hastes da soja preocupa produtores

%d blogueiros gostam disto: