Tapurah: Trabalhador é encontrado morto com sinais de ataque de onça em fazenda no Pontal do Borges

Crédito: Reprodução

Um vaqueiro perdeu a vida após um brutal ataque de onça na região da comunidade Pontal do Borges, cerca de 42 km da cidade de Tapurah, divisa com o município de Itanhangá, na manhã desta quarta-feira (24). O ataque ocorreu por volta das 7h00 enquanto o trabalhador realizava reparos em uma cerca de arame.

De acordo com as informações apuradas o ataque foi repentino e violento. A vítima, cujo nome ainda não foi divulgado, estava consertando a cerca quando a onça a atacou. Testemunhas relataram ter ouvido barulhos do animal na madrugada, onde o gado acabou danificando a cerca, possivelmente fugindo da onça.

Após o ataque, uma busca imediata foi iniciada para localizar a vítima. O corpo do trabalhador foi encontrado a cerca de 300 metros da cerca, em uma área de mata próxima à beira do rio. As marcas de violência eram evidentes: o rosto e a costa da vítima apresentavam sinais de arranhões profundos, e sua mão havia sido arrancada.

Os vizinhos do sítio, disseram que já teria visto um filhote de onça na beira do rio, em um barranco que não conseguiu subir. Então o fato, a princípio, podemos observar que seja um ataque por conta de uma onça com filhote

A Polícia Civil de Tapurah e a Politec de Sorriso foram acionadas para investigar o caso. As autoridades ainda não divulgaram mais detalhes sobre a onça responsável pelo ataque, mas a investigação está em andamento.

Fonte: ITA Notícias/ Polícia Cívil MT

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Itanhangá: Polícia Militar age rápido e retira invasores de propriedade rural. Vídeos

Bandidos armados rendem caseiros e roubam armas e caminhonete de fazenda na MT-338

Polícia Civil apreende maconha, pasta base e cocaína que eram transportadas em veículo

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de armas de fogo e prende idoso responsável pelo local

Roubos de gado reduzem 82% em MT nos primeiros meses de 2024; furtos de carga têm queda de 73%

Caseiro é resgatado de trabalho análogo à escravidão após 16 anos sem receber salário