Polícia Civil cumpre 34 mandados judiciais contra traficantes de entorpecentes

Crédito: Divulgação

Trinta e quatro mandados judiciais estão em cumprimento pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (22.11), na deflagração da Operação Tracker, em vários municípios de Mato Grosso. A investigação é coordenada pela Delegacia de Pontes e Lacerda e visa a desarticulação de uma associação criminosa que atua com o tráfico de entorpecentes em diversas regiões do Estado.

As diligências iniciaram no mês de agosto, após a prisão em flagrante de um casal em Pontes e Lacerda, que transportava mais de dois quilos de cocaína e maconha dentro de um veículo Tracker.

Após análise do aparelho celular do casal, foi constatado que o homem de 31 anos era responsável pela distribuição de entorpecentes em, pelo menos, oito cidades do estado.

Com base nos indícios e evidências de prática criminosa, a Polícia Civil representou pelas medidas cautelares de 18 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão domiciliar, deferidos pelo juízo da 4ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres, especializada em crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

As ordens judiciais foram cumpridas em Cuiabá com dois alvos de busca e prisão; Brasnorte com dois alvos de busca e prisão; Campo Novo dos Parecis com seis alvos de busca e prisão; Cáceres um alvo de busca e prisão; Diamantino um alvo de busca domiciliar; Matupá com um alvo com busca e prisão; Porto Esperidião com três alvos de busca e prisão; e Tangará da Serra com um alvo de busca e prisão.

Além do cumprimento das prisões, as buscas resultaram na apreensão de armas de fogo em Brasnorte, porções de maconha em Cuiabá e aparelhos celulares em Matupá.

Prisão em flagrante

No dia 4 de agosto, o homem de 31 anos e uma jovem de 22 anos, foram abordados pela Polícia Rodoviária Federal, na Rodovia BR-174, em Pontes e Lacerda.

No veículo do casal, um modelo Chevrolet Tracker, os agentes localizaram mais de 2 quilos de cloridrato de cocaína e porções de haxixe. Ambos foram conduzidos para a Delegacia de Pontes e Lacerda, interrogados e autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e desobediência.

A mulher foi colocada em liberdade provisória posteriormente e o homem teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

A Polícia Civil representou pela extração de dados do celular apreendido, descobrindo que o preso operava em várias células e fornecia droga em diversas regiões, principalmente em Campo Novo dos Parecis, Brasnorte, Cuiabá, Porto Esperidião e Cáceres.

Por meio da análise do telefone celular, foram identificados os alvos, com diálogos entre os interlocutores e imagens dos carregamentos de entorpecentes, além de armas de fogo que também estavam sendo comercializadas.

Diante dos fatos apurados, a Polícia Civil representou pelos mandados judiciais, desencadeando na Operação Tracker, que contou com emprego de efetivo das unidades da Regional de Pontes e Lacerda.

 

Fonte: Polícia Civil - MT

Mais notícias

Itanhangá: Polícia Militar age rápido e retira invasores de propriedade rural. Vídeos

Bandidos armados rendem caseiros e roubam armas e caminhonete de fazenda na MT-338

Polícia Civil apreende maconha, pasta base e cocaína que eram transportadas em veículo

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de armas de fogo e prende idoso responsável pelo local

Roubos de gado reduzem 82% em MT nos primeiros meses de 2024; furtos de carga têm queda de 73%

Caseiro é resgatado de trabalho análogo à escravidão após 16 anos sem receber salário