Polícia Civil apreende fuzis, munições e pistolas em fazendas de investigado por violência doméstica e sexual

Crédito: Divulgação

Policiais civis cumpriram nesta quarta-feira (13.03), no município de Gaúcha do Norte, mandados de busca e apreensão como parte da Operação Átria, de combate à violência doméstica no estado.

Em uma fazenda do município, de propriedade do alvo das investigações por crimes sexuais e de violência doméstica, a equipe policial das Delegacias de Gaúcha do Norte e de Paranatinga apreendeu armas de fogo e munições de calibres 38 e 9 mm e dois funcionários foram detidos em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e posse irregular de arma de fogo de uso restrito.

O dono da fazenda, alvo de investigações por crimes cometidos em Gaúcha do Norte, foi preso no interior de Goiás, onde também tem propriedade. Na fazenda no estado vizinho foram cumpridos três mandados de buscas, com apoio da Polícia Civil goiana, e apreendidos dois fuzis 556, uma espingarda calibre 12, uma pistola 9 mm e um revólver, além de diversas munições.

O delegado de Gaúcha do Norte, Gabriel Conrado, explica que o proprietário rural responde por crimes sexuais, porte ilegal de arma de fogo, disparo de arma de fogo, ameaça e lesão corporal, cometidos no município de Gaúcha do Norte. Foi instaurado um inquérito policial pela delegacia do município para apurar os crimes cometidos, inclusive contra a própria filha.

“Nós tínhamos a informação de que haveria grande quantidade de munições e armas nas propriedades dele em Mato Grosso e em Goiás. Diante dos elementos já colhidos na investigação pelos crimes de violência doméstica e sexual, representamos ao Poder Judiciário local pelas buscas e pela prisão preventiva do investigado”, explicou o delegado.

No alojamento dos funcionários, na fazenda em Gaúcha do Norte, foram encontradas dezenas de estojos deflagrados de calibre 38 e munições intactas de mesmo calibre. Em outro ponto da propriedade, foram localizadas munições calibre 9mm e um estojo de pistola Taurus

Com dois funcionários que estavam trabalhando no campo foram apreendidos o revólver calibre 38 e a pistola calibre 9 mm dentro de seu veículo. Ambos foram informados dos mandados de busca e assumiram a propriedade das armas de fogo.

Fonte: Polícia Civil-MT

Mais notícias

Itanhangá: Polícia Militar age rápido e retira invasores de propriedade rural. Vídeos

Bandidos armados rendem caseiros e roubam armas e caminhonete de fazenda na MT-338

Polícia Civil apreende maconha, pasta base e cocaína que eram transportadas em veículo

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de armas de fogo e prende idoso responsável pelo local

Roubos de gado reduzem 82% em MT nos primeiros meses de 2024; furtos de carga têm queda de 73%

Caseiro é resgatado de trabalho análogo à escravidão após 16 anos sem receber salário