Operação policial resultou em 54 prisões, uma em Itanhangá

Crédito: Reprodução

Os delegados da Polícia Civil de Sorriso, em conjunto com o secretário adjunto de Inteligência, Valter Furtado Filho, divulgaram o balanço parcial da Operação Recovery Ultimato. Os resultados revelaram um total de 90 mandados de prisão preventiva expedidos pela vara do crime organizado de Sinop, dos quais 54 foram cumpridos, incluindo dois por prisão em flagrante. Tragicamente, um indivíduo perdeu a vida em Sorriso após reagir à abordagem policial.

As ações coordenadas abrangeram diversas localidades, não apenas em Mato Grosso, como Sorriso, Sinop, Cuiabá, Várzea Grande, Tapurah, Itanhangá, Ipiranga do Norte, Rondonópolis, Água Boa, Colíder e Barra do Bugres, mas também alcançaram o Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF) e Thailândia (PA).

O delegado Bruno França detalhou que a operação teve sua primeira fase deflagrada no ano anterior, como resposta ao crescimento das atividades do crime organizado na região. Ele explicou: “Iniciou-se no dia 31 de março de 2023 com a primeira fase da operação Recovery, que era um plano macroscópico da Polícia Civil de combate ao tráfico de drogas no nosso município para obter como resultado indireto uma redução do número de homicídios.”

França destacou o sucesso inicial da operação, mas observou um novo aumento no número de homicídios, o que levou a um aumento correspondente nas atividades de repressão estatal. Ele enfatizou o compromisso da polícia em continuar as diligências para prender os alvos que ainda não foram localizados.

Além disso, o delegado abordou a persistência de suspeitos ativos no crime organizado mesmo estando dentro das unidades prisionais. Ele ressaltou a importância do trabalho contínuo da polícia para enfrentar esse desafio.

Por sua vez, o secretário adjunto de Inteligência, Valter Furtado Filho, discorreu sobre o projeto de bloqueio de sinais nas unidades prisionais como medida de combate à comunicação dos detentos com o mundo exterior. Ele anunciou que o governo do estado já está implementando um projeto-piloto na Penitenciária Central do Estado (PCE) e que a previsão é que as instalações dos bloqueadores iniciem no próximo mês.

O delegado regional de Sinop, Carlos Eduardo, reforçou o compromisso das autoridades locais no combate ao crime organizado e elogiou o empenho da equipe de investigação. Ele enfatizou que mais de 300 ordens de prisão foram cumpridas desde 2023 pela delegacia de Sorriso e expressou confiança na vitória sobre o crime na região.

Fonte: R9 News

Mais notícias

Caseiro é resgatado de trabalho análogo à escravidão após 16 anos sem receber salário

PF investiga furtos de cargas e peças de veículos acidentados

Bandido com extensa ficha criminal é executado com 9 tiros

Homem de 24 anos mata a ex-sogra e esconde corpo em matagal

Ação conjunta da Polícia Militar apreende grande quantidade de drogas na BR-163

Prima encontra jovem morto dentro de residência