Operação Natal 2023 é marcada pela redução no número de acidentes graves

Crédito: Reprodução

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou às 23h59 do dia 25, a Operação Natal, que é etapa da Operação Rodovida. Com início na última sexta-feira, 22, a ação foi direcionada, principalmente, à conscientização dos cidadãos quanto à importância da presença e da plena funcionalidade dos itens obrigatórios de segurança. Com a fiscalização ampliada nos quatro dias, a PRF encontrou 3.550 motoristas e passageiros que deixaram de fazer o uso devido do cinto de segurança (20% superior ao mesmo período do ano anterior), uma infração de natureza grave.

No período da Operação Natal 2023, 5.940 condutores foram flagrados realizando ultrapassagens em locais proibidos, e a Polícia Rodoviária Federal fez 25.658 registros de veículos transitando acima do limite de velocidade da via. Além dessas infrações, 1.106 motoristas foram autuados por dirigir veículo sob efeito de álcool ou por recusa à realização da avaliação com o “bafômetro” (etilômetro), resultado dos mais de 26 mil testes aplicados pela PRF. 668 responsáveis foram notificados por transportarem crianças sem os dispositivos de retenção (cadeirinhas).

A inspeção sobre a ausência ou não utilização dos elementos de segurança se dá não apenas pela obrigatoriedade destes itens, mas por configurarem condutas que podem agravar as consequências dos sinistros de trânsito. Já as situações de desrespeito à sinalização e de imprudência na direção são, em parte dos casos, causadoras destes acidentes. De sexta a segunda foram contabilizados 891 acidentes – 233 graves -, e que tiveram como resultado 1030 feridos e 90 óbitos.

Enfrentamento à criminalidade

As atividades da PRF no enfrentamento ao crime tiveram como finalidade promover a sensação de segurança aos cidadãos que circularam por rodovias federais ao longo da Operação Natal 2023. Graças ao policiamento ostensivo em pontos estratégicos foi possível recuperar 59 veículos com restrição de furto ou roubo e retirar 11 armas e 149 munições de circulação. Já no combate ao tráfico de drogas, 7,6 toneladas de maconha e 236 quilos de cocaína foram apreendidos. Em todo o país, 421 pessoas foram detidas e encaminhadas à polícia judiciária.

Fonte: Assessoria PRF

Mais notícias

Caminhoneiro morre eletrocutado ao tentar salvar boi em carreta

Itanhangá: Projetos e indicações foram votadas na ultima sessão da Câmara De Vereadores

Homem morre em colisão entre motos e dois estão hospitalizados

Governo de MT entrega 281 km de asfalto novo da MT-140

Sistema para ressarcir golpes do pix vai mudar; Veja dicas

Tabaporã: Cabo PM de folga evita linchamento com possível assassinato brutal