Operação combate grupo criminoso que se passava por filhos de vítimas para praticar golpes

Crédito: Divulgação

A Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI) deflagrou nesta manhã de quinta-feira (08.02) a Operação Filius Falsus para desmantelar um grupo criminoso que está aplicando golpes de falsa identidade, se passando por filhos, por meio de aplicativos de mensagens com o intuito de obter dinheiro das vítimas.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão, expedido pelo Núcleo de Inquéritos Policiais (NIPO), e, um endereço no bairro Jardim Costa Verde, em Várzea Grande. Na residência do suspeito foram encontrados dispositivos eletrônicos, documentos e drogas.

Durante as investigações, a DRCI apurou que uma pessoa que recebeu dinheiro tomado das vítimas abriu uma conta bancária utilizando documentos falsificados. “A quebra desse elo na cadeia criminosa foi possível graças ao sistema de identificação facial utilizado pela Polícia Civil, que permitiu a identificação do suspeito”, explicou o delegado Gustavo Godoy.

A delegada titular da DRCI, Juliana Palhares, ressaltou a importância do trabalho das equipes da unidade e o uso de tecnologia para desarticular grupos criminosos que agem com golpes por meio informáticos. “Estamos lidando com uma modalidade de crime que se aproveita da vulnerabilidade das pessoas, principalmente neste momento em que as relações virtuais se intensificam. É fundamental que a população esteja alerta e que as instituições estejam preparadas para combater essas práticas criminosas”, destacou.

As investigações continuam em andamento para identificar e localizar outros suspeitos envolvidos nesse esquema criminoso.

O nome da operação vem da expressão em latim que significa “filho falso” e faz menção ao fato de os suspeitos se passarem por filhos das vítimas.

A DRCI criou uma ferramenta digital para atendimento e orientaçõesa aos cidadãos e servidores. Com o uso da ferramenta, os atendimentos realizados por meio do aplicativo de mensagens, funcionam 24 horas por dia respondendo as principais dúvidas de forma imediata. Entre as funcionalidades do menu interativo do chatbot da DRCI estão disponíveis diversas modalidades de golpes e orientações como proceder em cada situação. O atendimento é por meio do número (65) 98173-0544.

Fonte: Polícia Civil-MT

Mais notícias

Homem manda flores para a ex, mas a ameaça de morte e diz que mata quem se relacionar com ela

Itanhangá: Polícia Civil cumpre mandados contra faccionados envolvidos em chacina em Tapurah

Ipiranga: Idoso cai em golpe e perde R$ 15,5 mil após viajar mais de 200km para comprar carro que viu no Facebook

Polícia captura criminoso que matou menino de 5 anos a tiros

Mulher morta em bar, estava grávida; polícia procura ex-namorado

PF mira quadrilha em MT que tentou mandar uma tonelada de cocaína para SP

%d blogueiros gostam disto: