Nova maringá: Homem é assassinado, mãe entra na frente para salvá-lo e acaba ferida

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Reprodução

Idosa de 64 anos foi baleada no braço e na mão, na noite de domingo (1), ao tentar defender o filho, de 41 anos, de um atirador. Rosalvo do Carmo Costa também foi baleado, não resistiu e acabou morrendo assim que chegou no hospital de Nova Maringá.

Conforme apurado, passava das 20h quando populares ouviram vários disparos de arma de fogo. Polícia foi acionada e quando chegaram na casa localizada no Loteamento Santana, encontraram a vítima caída no solo ainda com sinais vitais.

A idosa de 64 anos estava baleada e foi identificada como mãe da vítima. No hospital, ela contou que estava arrumando a roupa do filho para ele ir trabalhar já na manhã de segunda quando ouviu um barulho da porta.

Ela foi até a sala e flagrou o suspeito já dentro da sala com uma arma em punho. A mulher entrou na frente do atirador, que disse para ela sair, ‘se não ela também iria morrer’. Momento em que ela tentou tirar a arma da mão dele.

Ela ainda pediu para não matar o filho dela, mas acabou sendo baleada e em seguida, o rapaz. No hospital, ele não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. Em rondas, a polícia não localizou o suspeito. O caso é investigado.

Fonte: Gazeta Digital