Itanhangá: Incêndio na oficina mecânica em Simione pode ter sido criminoso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: ITA Notícias/Angelo Destri

Os proprietários da oficina mecânica de Simione, que foi consumida pelo fogo, dizem que o incêndio pode ter sido criminoso.

O proprietário, o Sr. Luciano Aparecido Garne, procurou a Delegacia de Polícia Civil de Tapurah e relatou alguns fatos, que podem ter relação com o incêndios que causou um prejuízo de mais de 1 milhão de reais.

Segundo ele, os dois que morreram, tiveram atrito com outras pessoas, que já foram identificadas no boletim de ocorrência, antes de acontecer o incêndio e foi encontrado um “cepo” de madeira encostado no muro para facilitar o acesso ao pátio e também um canivete foi achado do lado do “cepo”.

A POLITEC esteve no local, porém o laudo foi inconclusivo quanto as causas do sinistro, sendo descartada a possibilidade de ter sido na rede elétrica ou acidental.

Uma equipe da POLITEC de Sinop, deve chegar nos próximos dias, para dar andamento nas investigações, uma vez que o local está preservado, desde o dia do incêndio.

Um detalhe chamou a atenção do Sr. Luciano, foi o fato de ter um galinheiro, encostado ao barracão que queimou e não morreu nenhuma galinha, somente o galinheiro queimou, Isso pode dar a entender que não houve explosão no local.

Fonte: ITA Notícias