Itanhangá: Alunos e Professores da Escola Estadual Bromildo Lawisch participam do 1º Torneio de Robótica Educacional em Cuiabá

Crédito: Divulgação

Estudantes da Rede Estadual de Ensino se reúnem em Cuiabá, a partir desta quarta-feira (13.12), para as disputas do 1º Torneio de Robótica Educacional de Mato Grosso. A competição é realizada na Fatec Senai, no Porto, e é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), em parceria com a Sim Inova, com apoio do Senai-MT.

Até quinta-feira (14), 48 equipes participam do torneio, sendo 21 delas formadas por estudantes do Ensino Fundamental II e 27 equipes do Ensino Médio.

Do município de Itanhangá os 8 alunos e 2 professores da Escola Estadual Bromildo Lawisch foram selecionados para participar, pois nossa escola é uma das precursoras no ensino da Robótica Educacional no Estado de Mato Grosso.

A abertura oficial do torneio ocorreu nesta quarta-feira, e, no dia 14, os desafios acontecerão das 8h às 17h. O torneio é presencial e aberto ao público. Também será possível acompanhar a competição pela internet, com transmissão ao vivo no canal da Seduc no Youtube.

O vídeo está no final da matéria.

Ainda estamos na disputa pelo Prêmio Internet em que todos podem votar pelo link:
https://siminova.com.br/torneioderoboticamt2023/premiointernet/

escolhendo no nome da equipe BROMILDO e votando até às 17h.

O torneio será um evento clássico de competição saudável, baseado na modalidade “Desafio de Robôs”, onde os estudantes terão de usar a criatividade, inovação e estratégia desde a montagem até a execução dos comandos para o protótipo montado, que será posto à prova em uma arena onde duas equipes se enfrentarão.

Vence a prova o robô que permanecer dentro da arena, fazendo uso de diversas estratégias – desde desviar-se do robô da outra equipe para se manter no perímetro ou, até mesmo, arriscar a empurrar o robô adversário para fora da arena.

As atividades são alinhadas à Base Nacional Comum Curricular e contemplam a metodologia Steam (sigla para Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática) e a Cultura Maker (aprender fazendo), o que permite a interdisciplinaridade e a aprendizagem significativa.

O evento proporciona uma oportunidade única para os estudantes demonstrarem criatividade e trabalho em equipe.

Fonte: Assessoria

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Itanhangá: Projetos e indicações foram votadas na ultima sessão da Câmara De Vereadores

Homem morre em colisão entre motos e dois estão hospitalizados

Governo de MT entrega 281 km de asfalto novo da MT-140

Sistema para ressarcir golpes do pix vai mudar; Veja dicas

Tabaporã: Cabo PM de folga evita linchamento com possível assassinato brutal

Brasnorte: Homem que assassinou jovem por causa de vídeo no TikTok é condenado a mais de 13 anos de prisão