Ipiranga: PM fecha ponto de venda de drogas e prende quatro homens

Crédito: Divulgação

Policiais militares de Ipiranga do Norte fecharam um ponto de venda de entorpecentes e prenderam quatro homens, com idades entre 18 e 21 anos, por tráfico de drogas, na sexta-feira (01.03), no município. Na ação, foram apreendidas porções de cocaína, maconha e pasta base de cocaína.

Conforme o boletim de ocorrência, a equipe do Núcleo de PM de Ipiranga do Norte recebeu denúncias anônimas sobre uma residência onde funcionava um ponto de venda de drogas. Segundo as informações, o local era comandado por uma organização criminosa, com grande movimentação de usuários de drogas diariamente.

Diante das denúncias, os policiais da cidade monitoraram o endereço até ser possível identificar e abordar dois suspeitos que seriam moradores da residência. Com eles, a PM apreendeu algumas porções de drogas e quantia em dinheiro, que estavam nos bolsos deles.

Enquanto os dois suspeitos eram abordados, os militares perceberam que outros dois homens estavam fugindo do interior da casa. Rapidamente, os dois foram detidos e com o restante da droga e uma faca.

Questionados sobre o material, os criminosos confirmaram a denúncia de tráfico de drogas na residência e que estavam reunidos para planejar o homicídio de um membro de uma facção criminosa rival.

Os quatro homens foram presos em flagrante e encaminhados para a Delegacia da cidade..

Disque-denúncia

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: Polícia Militar-MT

Mais notícias

Itanhangá: Polícia Militar age rápido e retira invasores de propriedade rural. Vídeos

Bandidos armados rendem caseiros e roubam armas e caminhonete de fazenda na MT-338

Polícia Civil apreende maconha, pasta base e cocaína que eram transportadas em veículo

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de armas de fogo e prende idoso responsável pelo local

Roubos de gado reduzem 82% em MT nos primeiros meses de 2024; furtos de carga têm queda de 73%

Caseiro é resgatado de trabalho análogo à escravidão após 16 anos sem receber salário