Funcionário de fazenda é morto a facadas e tem corpo carbonizado por colega de trabalho

Crédito: Divulgação

Um homem de 40 anos, identificado como Hamilton Corman da Costa, foi morto a facadas e teve o corpo carbonizado na tarde do último domingo (19), em uma fazenda entre os municípios de Tesouro e Guiratinga, na MT-260. O suspeito do crime, Assueiro Alves Santos, de 39 anos, é procurado pela polícia e já possui passagem por outro homicídio. Ambos trabalhavam em uma fazenda da região.

Segundo informações, a Polícia Militar foi acionada por volta das 21h45 para atender a ocorrência de um homicídio na zona rural. Testemunhas relataram que os dois funcionários da fazenda se desentenderam e que o suspeito havia esfaqueado a vítima até a morte e em seguida teria colocado o corpo em um veículo Corsa branco e fugido sentido à cidade de Tesouro.

Ao chegar no local, a polícia visualizou o carro da vítima em chamas. Hamilton Corman da Costa foi encontrado carbonizado dentro do veículo. Ainda de acordo com as testemunhas, a vítima e o suspeito estavam se desentendo há alguns dias. No dia do crime, ambos discutiram após Hamilton ingerir bebida alcoólica. A briga foi apaziguada por outro funcionário. Momentos depois, o suspeito sentou ao lado de Hamilton e o atingiu com um golpe de faca.

A vítima caiu no chão, o suspeito pulou em cima do atingido e começou a desferir mais golpes de faca. Hamilton ainda chegou a se levantar e tentar fugir pela janela, mas foi agarrado e golpeado novamente pelo suspeito.

Antes de fugir do local, o suspeito ameaçou as testemunhas de morte e feriu uma delas, que teve um corte profundo na mão. Ele ainda levou o aparelho celular e uma espingarda calibre .36 de outro trabalhador da fazenda.

Momentos após sair do local, o suspeito retornou e arrastou o corpo da vítima até o carro. Hamilton foi colocado no próprio veículo pelo criminoso e levado até uma área dentro de uma mata. A vítima e o carro foram encontrados carbonizados.

A Polícia Militar acionou a Polícia Judiciária Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Até o momento o suspeito Assueiro Alves Santos ainda não foi localizado.

Fonte: Agora MT

Mais notícias

Caseiro é resgatado de trabalho análogo à escravidão após 16 anos sem receber salário

PF investiga furtos de cargas e peças de veículos acidentados

Bandido com extensa ficha criminal é executado com 9 tiros

Homem de 24 anos mata a ex-sogra e esconde corpo em matagal

Ação conjunta da Polícia Militar apreende grande quantidade de drogas na BR-163

Prima encontra jovem morto dentro de residência