Força Tática intercepta troca de armas de facção criminosa e prende dupla

Crédito: Divulgação

Policiais militares da Força Tática do 12º Comando Regional prenderam dois homens, de 24 e 37 anos, por tráfico e porte ilegal de arma de fogo, na tarde desta terça-feira (13.03), em Pontes e Lacerda. Com a dupla, a PM apreendeu cinco armas e dezenas de cartuchos e munições de diversos calibres que pertenciam a uma facção criminosa.

As equipes da Força Tática, em conjunto com a Agência Regional de Inteligência, receberam informações sobre um esquema de fornecimento de armas de uma organização criminosa. De acordo com as informações, dois homens seriam responsáveis pelo recolhimento e manutenção de armas de fogo utilizadas pela facção.

Ainda segundo as denúncias, a dupla se encontraria próximo de um posto de combustível às margens da rodovia BR-174, para entrega das armas concertadas e recolhimento do material para manutenção. Os militares se deslocaram ao endereço e notaram uma movimentação suspeita entre dois homens em duas motocicletas.

Ao se aproximarem para abordagem, a dupla fugiu por lados opostos carregando diversos objetos. As equipes policiais se dividiram e seguiram acompanhamento aos suspeitos, que realizavam manobras perigosas colocando em risco a vida das pessoas que passavam pelas vias públicas.

O primeiro suspeito detido estava com uma mochila transportando um revólver calibre .22 com nove munições. O homem informou que a manutenção das armas ocorria em sua casa. No local indicado, os policiais encontraram um depósito contendo duas espingardas e uma pistola de calibre .9mm, além de diversos cartuchos e munições de vários calibres.

Já na segunda perseguição, os policiais abordaram o suspeito após ele sofrer uma queda com a motocicleta. Com o homem, a PM apreendeu um revólver de calibre .38 carregado com seis munições.

Os dois criminosos receberam voz de prisão em flagrante e foram encaminhados para o Cisc de Pontes e Lacerda, com todo o material, para registro da ocorrência e demais providências.

Disque-denúncia   

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: Polícia Militar-MT

Mais notícias

Caseiro é resgatado de trabalho análogo à escravidão após 16 anos sem receber salário

PF investiga furtos de cargas e peças de veículos acidentados

Bandido com extensa ficha criminal é executado com 9 tiros

Homem de 24 anos mata a ex-sogra e esconde corpo em matagal

Ação conjunta da Polícia Militar apreende grande quantidade de drogas na BR-163

Prima encontra jovem morto dentro de residência