Filhos encontram pais mortos em casa e rastro de sangue

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Imagem Ilustrativa

No município de Bom Jesus do Araguaia, um caso extremo de violência foi registrado envolvendo um casal de idosos, cujos corpos foram encontrados em decomposição dentro de uma residência.

Inicialmente, a situação é tratada como um homicídio seguido de suicídio, na qual José Francisco de Oliveira de 74 anos, teria matado a companheira Maria Nirma de Oliveira, de 63 anos, e depois tirado a própria vida.

É essa a hipótese inicial divulgada por sites de notícias da região que noticiaram neste sábado (17) a localização dos cadáveres, ocorrida no dia anterior, ou seja, na sexta-feira (16).

Segundo informações preliminares, a idosa foi assassinada com golpes de martelo na cabeça e uma facada que deixou um ferimento na região das costelas, na parte lateral do corpo, já próxima da axila. O cadáver da mulher estava dentro de um quarto da residência.

Já o corpo de José Oliveira estava na sala, na entrada da casa, e apresentava um ferimento no peito provocado por uma faca. A versão a ser investigada pela Polícia Civil é de que o idoso matou a companheira com requintes de crueldade e depois teria colocado uma faca num travesseiro e atingido o próprio peito.

Conforme informações da ocorrência registrada pela Polícia Militar, dois filhos do casal estavam tentando falar com os idosos há alguns dias, mas sem sucesso. Por isso foram até a residência averiguar o que estava ocorrendo. Por estarem preocupados, pediram apoio da Polícia Militar.

Ao chegarem no imóvel encontraram primeiro o corpo de José na entrada e um rastro de sangue que ia até o quarto, local onde estava o corpo de Maria Nirma. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada juntamente com a Polícia Civil para darem início às investigações e coleta de evidências no local.

Fonte: Folha Max