Estudantes na rede estadual devem fazer rematrículas a partir do dia 9 de outubro

Crédito: Reprodução

As rematrículas dos estudantes da rede estadual de ensino começarão a ser feitas no dia 9 de outubro, conforme o calendário da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT). As solicitações devem ser feitas pelo aplicativo MT Cidadão ou pelo Portal MT GOV, administrado pela Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag), até o dia 31 de outubro.

A rematrícula é obrigatória a todos os estudantes do ensino fundamental, ensino médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Os pais, responsáveis e os próprios estudantes maiores de 18 anos também poderão solicitar a matrícula para o ano letivo de 2024, além de inserir as documentações e atualizar informações como telefone ou e-mail.

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, destacou que o aplicativo é simples de usar e permite acompanhar o status da solicitação e receber notificações diretamente no smartphone ou e-mail indicado.

“É importante ressaltar que o prazo não será prorrogado e a rematrícula é fundamental para o fechamento do planejamento escolar do próximo ano. A confirmação dos dados de cada estudante e a manifestação do desejo de continuar na rede são essenciais para direcionar as políticas educacionais e as ações do Plano Educação 10 Anos, que envolvem mais de 130 ações”, alertou.

Segundo ele, o ano letivo de 2024 está previsto para iniciar na primeira quinzena de fevereiro. Os estudantes precisam realizar a rematrícula no prazo estabelecido, garantindo assim o acesso à educação e contribuindo para o planejamento escolar do próximo ano.

Clique no link e acesse o Portal MT GOV

Fonte: SECOM - MT

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Pai não abre a porta e filho o encontra morto dentro do quarto

Itanhangá: Câmara de vereadores aprova e Agrovila Monte Alto passa a ser perímetro urbano

Itanhangá: Caminhoneiro perde controle e caminhão tomba na MT 338

Polícia descarta “preliminarmente envolvimento de ex-marido” na morte de filha de deputado

Sorriso é a cidade com maior taxa de estupros no país

Filha do deputado Gilberto Cattani é assassinada a tiros