Estabelecimento que enganar cliente com “falso queijo” pode ser interditado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito: Reprodução

O governado de Mato Grosso, sancionou a Lei 11.396, que obriga estabelecimentos comerciais de ramo alimentício a informar a substituição de queijo e derivados do leite por produtos “semelhantes”. De autoria do deputado estadual Valmir Moretto (Republicanos), a Lei tem objetivo de mostrar o que os consumidores realmente ingerem, além de valorizar a cadeia produtora de leite mato-grossense.

De acordo com a Lei, o informativo da composição dos alimentos deve estar presente de maneira clara aos consumidores.

“Todos os estabelecimentos comerciais do ramo alimentício ficam obrigados a informar, destacadamente, em seu cardápio ou por meio de cartaz afixado em local de fácil visualização, a utilização de produtos análogos ao queijo/requeijão e lácteos no preparo dos alimentos”, consta.

Ainda conforme a nova regra, deve estar presente no informativo a seguinte expressão: “Este produto não é queijo/requeijão”. “Sabemos o quanto o produtor de leite sofre para manter a cadeia ativa e como os derivados estão cada dia mais caros. Essa Lei tem objetivo de valorizar essa classe trabalhadora, além de informar o consumidor sobre o que ele está comprando e comendo. O governador foi muito sensível ao sancionar essa Lei”, afirma o deputado Valmir Moretto.

Fonte: Repórter MT

Mais notícias

porco

Suinocultores de MT têm prejuízo de até R$ 180 por animal

glifosato

Agricultores devem ficar atentos para falta de glifosato

podre

Indea MT investiga nova doença que está apodrecendo os grãos de soja

lavou

Sema prorroga Autorização Provisória de Funcionamento de Atividade Rural

gafanho

Nuvem de gafanhotos invade lavoura de milho e destrói plantação

hsayes

Quebra das hastes da soja preocupa produtores

%d blogueiros gostam disto: