Brasnorte: Polícia Militar apreende armas de fogo e prende dois homens

Crédito: Divulgação

Equipes da Polícia Militar de Brasnorte prenderam dois homens, de 54 e 70 anos, por porte ilegal de arma e embriaguez ao volante, em duas ocorrências registradas na tarde deste sábado (06.04). Nas ações, foram apreendidas duas espingardas, um revólver e munições para as armas.

Na primeira ocorrência, os policiais do 1º Pelotão de Brasnorte foram acionados para comparecerem em uma unidade de saúde, onde um homem alcoolizado estaria causando tumulto. Os funcionários do local não deram informações sobre a identidade do suspeito e disseram que ele teria fugido em um veículo Corsa.

Em diligências, os militares encontraram o carro estacionado em um supermercado e viram o homem com sinais visíveis de embriaguez. Ao ser abordado, o suspeito disse que estava ingerindo bebida alcoólica em bares da cidade e conduzindo o veículo. Em vistoria ao carro, a PM encontrou duas espingardas. O suspeito não apresentou documentação de porte e recebeu voz de prisão.

Horas depois, a PM foi acionada por uma mulher de 58 anos que afirmou ter sido agredida pelo seu marido. Na residência da vítima, os policiais encontraram a mulher com lesões pelo rosto, onde ela afirmou que, além das agressões, também teria recebido ameaças de morte do homem.

A mulher ainda disse aos policiais que o suspeito possuía uma arma de fogo guardada em outro endereço. A vítima foi até o local com os militares, sendo possível localizar um revólver de calibre .38 carregado com cinco munições.

Os policiais continuaram nas buscas pelo agressor e encontraram o idoso de 70 anos conduzindo um veículo Gol branco, em visível estado de embriaguez. O suspeito foi abordado e recebeu voz de prisão da PM pelos crimes de porte ilegal de arma e lesão corporal.

As ocorrências foram entregues para a Delegacia da cidade e os materiais apreendidos. Os suspeitos ficaram à disposição da Polícia Judiciária Civil.

Disque-denúncia   

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: Polícia Militar-MT

Mais notícias

Caseiro é resgatado de trabalho análogo à escravidão após 16 anos sem receber salário

PF investiga furtos de cargas e peças de veículos acidentados

Bandido com extensa ficha criminal é executado com 9 tiros

Homem de 24 anos mata a ex-sogra e esconde corpo em matagal

Ação conjunta da Polícia Militar apreende grande quantidade de drogas na BR-163

Prima encontra jovem morto dentro de residência