Brasnorte: Copiloto de aeronave que transportava quase 300 quilos de cocaína é preso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: PM-MT

A Polícia Militar, por meio da 16ª Companhia Independente da PM, prendeu um homem de 29 anos que declarou ser o copiloto do avião que caiu com entorpecente, na noite da última terça-feira (07.09), na região de Brasnorte. O suspeito foi pego com 300 gramas de maconha e disse que iria receber R$ 50 mil para levar a droga para Goiânia.

Por volta das 13h, os policiais militares foram acionados por populares que relataram terem visto um homem com uma mochila pedindo carona nas proximidades do Rio Cravari. De imediato, os policiais cercaram a região e localizaram a carreta em que o suspeito havia pegado carona.  A PM encontrou o suspeito do lado externo do veículo (atrás do cavalinho/unidade tratora). Com o homem, a polícia encontrou uma mochila com mantimentos, água, 300 gramas de maconha e roupas.

O suspeito confessou que era o copiloto do avião com nove fardos de cocaína oriundos da Bolívia, que havia caído na noite de terça-feira (07), após ter sido interceptado por equipes da ação integrada ‘Operação Hórus/Vigia’, envolvendo a Força Aérea Brasileira (FAB), Polícia Federal, Grupo Especial de Fronteira (Gefron), Polícia Militar de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e o Ciopaer.

O homem contou ainda para a PM que receberia R$ 50 mil para levar a droga de avião até a cidade de Goiânia, no Estado de Goiás. Ele relatou que o piloto da aeronave foi mudar a rota, quando caíram na região de mata e que estava embrenhado no matagal.

O motorista que deu carona para o suspeito contou que encontrou o homem após fazer uma parada para o almoço e que só deu a carona para ele porque o suspeito aceitou ser transportado no lado externo da carreta.  A PM detectou que o suspeito apresentava ferimentos pelo corpo. Os policiais conduziram o suspeito para a Polícia Federal.

Fonte: PM-MT