Brasnorte: Colisão entre duas carretas mata motorista na MT 170

Crédito: Reprodução

Uma colisão entre duas carretas Bitrem na MT 170, próximo da comunidade Mundo Novo em Brasnorte, MT, resultou na morte de Cleosio De Souza Silva, de 43 anos. O acidente aconteceu por volta das 12h, desta quinta-feira, dia 30. A Polícia Militar esteve atendendo inicialmente a ocorrência.

A Polícia Civil assim que foi informada do fato imediatamente acionou o Corpo de Bombeiros e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (POLITEC) de Juína, para os trabalhos no local, devido o motorista ficar preso entre as ferragens, onde seu óbito foi confirmado pela equipe do Samu que se fez presente no local.

O motorista de outra carreta Cidinei Jose De Oliveira relatou à polícia que uma outra carreta buzinou e tentou desviar da que a vítima fatal conduzia, no entanto, ele já estava desacordado, dormindo, ou, pode ter sofrido um infarto fulminante e nem chegou a ver a carreta que colidiu que o jogou para fora da estrada.

A pista foi sinalizada para evitar outros acidentes, e após os trabalhos da perícia os veículos ficaram sob responsabilidade dos proprietários que providenciaram guincho para a remoção da rodovia.

À noite, o Soldado BM Carlos Carvalho disse que tiveram que fazer um trabalho minucioso e com muita cautela para que o corpo do motorista fosse retirado sem sofrer maiores danos possíveis.

O condutor da outra carreta teve escoriações leves, foi atendido pelos profissionais do SAMU e liberado.

A Polícia Judiciária Civil em Brasnorte deverá dar sequência nas investigações para descobrir o que realmente causou o acidente.

Fonte: Juína News

Mais notícias

Itanhangá: Projetos e indicações foram votadas na ultima sessão da Câmara De Vereadores

Homem morre em colisão entre motos e dois estão hospitalizados

Governo de MT entrega 281 km de asfalto novo da MT-140

Sistema para ressarcir golpes do pix vai mudar; Veja dicas

Tabaporã: Cabo PM de folga evita linchamento com possível assassinato brutal

Brasnorte: Homem que assassinou jovem por causa de vídeo no TikTok é condenado a mais de 13 anos de prisão