Após invasão, mulher mata ex-marido com a própria arma dele

Crédito: Messias Filho/AGORAMT

Momentos após o crime motivado por razões passionais que movimentou as forças policiais neste sábado (12) em Rondonópolis-MT, uma das principais envolvidas no crime, Micheli Queiroz, 26 anos, foi presa pela Polícia Militar e encaminhada à 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis. No BO registrado, ela conta como aconteceu toda a ação.

Micheli relatou que o ex-marido dela, Dilson Correa dos Santos, 42 anos, chegou ao local com a arma de fogo, pronto para matá-la e também para matar o atual namorado, Leomar Brito dos Santos,31 anos. De início, ele já efetuou dois disparos que acertaram Leomar na região do tórax.

No desespero, o irmão dela, Vagner Queiroz, 27 anos, que também estava na casa entrou em luta corporal com Dilson, momento em que a arma caiu ao solo, ela pegou e efetuou pelo menos três disparos contra o ex.

Ele morreu no local.

Leomar que estava gravemente ferido foi socorrido pelo Samu, encaminhado ao Hospital Regional e entrou direto para o centro cirúrgico. Ele teve ferimentos em vários órgãos internos, teve que receber bastante sangue e saiu da cirurgia já no final da tarde de sábado (12).

No local, a polícia encontrou a arma de fogo calibre 38 com cinco munições deflagradas, um projétil e uma munição aparentemente intactos.

Micheli havia sido presa no momento em que acompanhava a viatura do Samu de moto, mas já foi solta na Delegacia de Polícia Civil. O irmão dela também foi preso com algumas escoriações, devido a luta corporal com o ex-cunhado.

CRIMES PASSIONAIS

Em menos de uma semana, essa é a quarta morte registrada relacionada a crimes passionais e de violência doméstica em Rondonópolis. No total, três homens e uma mulher perderam a vida.

O primeiro caso foi registrado na noite do último domingo (06), no bairro Jardim Serra Dourada. Marcelo Alexandre Martins, 25 anos, morreu após ser atingido por um golpe de faca no pescoço.

A principal suspeita, a mulher dele, afirmou que estava sendo agredida e acabou reagindo com uma facada.

O segundo crime aconteceu um dia depois, na segunda-feira (07). Rafaela Cristina de Jesus Souza, 24 anos, foi assassinada durante a manhã com tiros na cabeça em frente ao próprio salão de beleza pelo ex-marido, Hyago Junio de Jesus Souza, 27 anos.

Ela tinha duas filhas com ele, havia se separado, mas ele não aceitava o fim do relacionamento.

Rafaela já estava inclusive com uma medida protetiva contra Hyago, mas isso não a salvou. Ela chegou a ser socorrida pelo Samu, mas morreu momentos após dar entrada no Hospital Regional.

Ainda na sequência desse mesmo crime, dois dias depois e durante a madrugada, Hyago foi morto com mais de 15 tiros no bairro Jardim Nilmara. Os tiros acertaram a região do abdômen, tórax e cabeça e ele morreu na hora.

Segundo a Polícia Militar, Hyago já havia sido preso enquadrado na Lei Maria da Penha mais de uma vez, fora as vezes em que houve o acionamento, mas não a prisão.

O ultimo crime foi o registrado ontem (12) quando o ex-marido de Micheli acabou sendo morto após chegar atirando contra ela e o atual namorado.

Várias crianças estavam na casa no momento do crime.

Fonte: Agora MT

Mais notícias

rifle

PM prende ex-marido e apreende rifle após denúncia de violência doméstica

desvio

Funcionário é preso por desvio de material de construção de loja

extorsão

Dupla em carro de luxo é presa em hotel por extorquir fazendeiro

gaddd

Polícia Civil recupera carreta carregada de gado roubada em fazenda

enterrr

Polícia encontra corpo de jovem enterrado dentro de casa

zigue

Ipiranga: Motorista embriagado entra na contramão e bate de frente com motociclista

%d blogueiros gostam disto: