Soja: Mercado em queda com previsão de chuvas e melhora das condições das lavouras

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Os contratos futuros de soja na bolsa de Chicago operam em queda nesta manhã de terça-feira. Novembro opera com perda de 12 centavos e vai sendo negociado a US$ 995,00 cents/bushel.

A semana já começou com recuo considerável por conta de algumas chuvas no final de semana e também previsão de chuvas de razoáveis para boas entre quarta e sexta feira dessa semana para o cinturão produtivo do Meio-Oeste americano. Os mapas de 6 a 10 dias também apresentaram uma reviravolta. Para o período de 06 a 10 de agosto, boa parte do centro dos Estados Unidos terá temperaturas abaixo do normal, e precipitações um pouco acima do normal. Tudo que as lavouras de soja em regiões que já apresentavam alguma dificuldade de baixa umidade, como no centro de Iowa, estavam precisando. O padrão previsto para o período de 08 a 14 de agosto também continua parecido. A única exceção são as Dakotas, onde continua pouca chuva e temperaturas acima do normal.

Ontem, o relatório de condições das lavouras (crop progress) mostrou uma surpreendeente melhora. A soja passou de 57% para 59%, quando muitos esperavam até uma queda de 1%. Ou seja, a soja novamente prova que possui considerável poder de recuperação em situação adversa. Essa melhora provavelmente é derivada das chuvas que ocorreram no início da semana passada e que derrubou o mercado em quase 20 pontos naquele dia.  Se essas chuvas previstas de quarta até sexta realmente ocorrerem, haverá nova melhora das condições no relatório da semana que vem.

Graficamente, o mercado está testando seu suporte nos US$ 993,00, e é importante monitorar esses níveis. Um fechamento abaixo de US$ 993,00 pode desencadear novo movimento de vendas, por parte de traders grafistas.

Fonte: CNA