Servidor da Prefeitura é espancado, fica internado por 3 dias e morre

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Reprodução

O servidor da Prefeitura de Cuiabá, Rodolfo Silva da Costa, de 29 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (3), três dias após ser espancado no Bairro Jardim Europa.

O crime ocorreu na madrugada da última terça-feira (31) e desde então Rodolfo estava internado em estado gravíssimo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

Segundo informações do boletim de ocorrência, a mãe de Rodolfo, Geralda Mendes da Silva Costa, já havia denunciado o desaparecimento do filho na data em que ocorreu o crime. Segundo ela, a família não tinha notícias do servidor desde segunda (30).

Já na quarta (1°) a família recebeu uma ligação do HMC informando que o servidor havia dado entrada no dia anterior com severos ferimentos por todo o corpo.

Na unidade de saúde, ela foi informada que seu filho estava entubado, que já havia passado por um urologista e seria transferido para a UTI.

Ainda no hospital, a família descobriu sobre o espancamento que Rodolfo sofreu. Um vídeo da câmera de segurança mostrou que a vítima ficou mais de duas horas jogada na rua até receber o socorro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Em entrevista, a mãe contou que a suspeita da família é que o filho tenha sido espancado por homofobia. No entanto, a Polícia ainda investiga a motivação do crime.

Após a confirmação da morte da vítima nesta madrugada, o corpo de Rodolfo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passa por exames antes de ser liberado para a família. Ainda não foi informado o local que o servidor será sepultado.

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) está responsável pelas investigações do caso. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

Fonte: Mídia News