Por medo de linchamento, “pai” que dopou e estuprou filha se entrega à Polícia Civil

Crédito: Reprodução

Um pai indiciado pelo estupro da filha de oito anos, em Peixoto de Azevedo, teve o mandado de prisão preventiva cumprido na noite da última quarta-feira (27), após se apresentar na Delegacia da Polícia Civil do município. O criminoso é Reginaldo Evangelista Francisco Rocha, de 31 anos, que estava com a prisão preventiva decretada e havia fugido na fazenda onde trabalhava e estuprou a filha depois de dopá-la com um medicamento.

Conforme o delegado Geordan Fontenelle, o investigado estava escondido na zona rural de Peixoto de Azevedo e, após a divulgação, ele ficou com temor de sofrer linchamento. Após interrogatório na delegacia, ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória.

Reginaldo Evangelista teve a prisão preventiva decretada após representação da Polícia Civil no inquérito que e apurou o crime de estupro de vulnerável praticado por ele contra a filha de oito anos.

Fonte: Folha Max

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Itanhangá: Estrutura do Circuito Raízes Do Agronegócio já está montada e promete ser um dos maiores eventos da região

Itanhangá: Policiais Militares jogam futebol com crianças em Simione. Vídeo

Detran orienta motoristas sobre o que fazer caso a placa do veículo seja danificada ou perdida

Governo de MT cria fundo para destinar valores confiscados do crime organizado à Polícia Civil

Trabalhador morre soterrado em silo em fazenda na MT-235

Três bebês morrem em UTI neonatal de Colíder