Mulher morre após ser infectada com bactéria ‘comedora de órgãos’

Crédito: Reprodução

A australiana Ashley Timbrey, de 29 anos, morreu, no fim de fevereiro, após ter sido infectada por uma bactéria que corrói órgãos. No dia 15 de fevereiro, enquanto estava na cidade de Nowra, na Austrália, a mulher perdeu a sensibilidade das pernas e desmaiou. Ela foi levada a um hospital na região, onde ficou internada durante um período de 10 dias, antes de ser transferida para um hospital em Sydney.

Os médicos colocaram Ashley em um coma induzido, para realização de exames, e descobriram que seu pulmão estava cheio de buracos. O resultado: Ashley tinha sido infectada por uma bactéria chamada de “Staphylococcus aureus resistente à meticilina” (geralmente conhecido pelas siglas SARM ou MRSA, em inglês).

A bactéria possui resistência a diversos antibióticos, o que a torna muito difícil de ser tratada, e deixa o corpo cada vez mais suscetível a outras infecções e doenças. Ashley Timbrey morreu de pneumonia.

Em entrevista ao Yahoo News, a prima de Ashley, Shantelle Locke, afirmou que a paciente foi diagnosticada com sepse (infecção generalizada ) por todo o corpo. “Havia uma superbactéria que estava atacando todos os seus órgãos, e então ela pegou pneumonia e isso a matou”, disse.

A infecção do “Staphylococcus aureus resistente à meticilina” é mais comum em hospitais, onde, em certas situações, o corpo humano está mais frágil e propenso a ser infectado. Mas recentemente, a contaminação tem sido identificada fora das instituições médicas também. O sistema respiratório é geralmente um dos alvos da bactéria. A contaminação acontece por meio de outros agentes com a doença.

Um dos principais sintomas de uma infecção pela bactéria é que bolhas começam a aparecer pelo corpo, que pode indicar que a pele está infeccionada. O maior problema é quando entra no corpo, por exemplo, por meio de cortes ou fissuras.

Especialistas recomendam que, para evitar uma infecção causada pela bactéria, é importante sempre cobrir feridas, manter as mãos e a pele limpas e não compartilhar toalhas ou lâminas de barbear.

Fonte: Terra

Mais notícias

Itanhangá: LCI TELECOM reinaugura em prédio próprio nesta sexta-feira

Caminhoneiro morre eletrocutado ao tentar salvar boi em carreta

Itanhangá: Projetos e indicações foram votadas na ultima sessão da Câmara De Vereadores

Homem morre em colisão entre motos e dois estão hospitalizados

Governo de MT entrega 281 km de asfalto novo da MT-140

Sistema para ressarcir golpes do pix vai mudar; Veja dicas