Mato Grosso mantém liderança na produção de grãos do país mesmo com redução na safra

Crédito: Divulgação

Mato Grosso deve alcançar 85,7 milhões de toneladas, mesmo com a redução de 15% em relação à safra recorde registrada no ano passado. As informações são do 8º Levantamento da Safra de Grãos 2023/2024, divulgado hoje pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A produção do Estado é equivalente à produção inteira dos três estados do sul do país, que devem colher 85,6 milhões de toneladas.

No caso da soja, cuja colheita encerrou no fim de abril, Mato Grosso deve colher 38,4 milhões de toneladas, 15,8% menor do que na safra passada, que alcançou 45,6 milhões de toneladas da oleaginosa. A área plantada aumentou em torno de 100 mil hectares, atingindo 12,1 milhões de hectares plantadas nesta temporada.

“É importante ressaltar que mesmo com essa redução na produção, Mato Grosso continuará contribuindo significativamente para o cenário global. Superando assim, a soma das safras combinadas de importantes países produtores como a Bolívia, Ucrânia, Rússia, Canadá e Paraguai juntos, ou ainda, mais que a Índia e China juntos. Desse modo, o Estado consolida-se como o 4º maior produtor de soja do mundo”, apontou o coordenador do Centro de Dados Econômicos de Mato Grosso, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Vinicius Hideki, através da assessoria.

A produção de Mato Grosso é 1,16 vezes maior do que a soma das produções da Bolívia, Ucrânia, Rússia, Canadá e Paraguai juntos. Além disso, é 1,20 vezes maior do que a produção combinada da China e Índia.

No caso do milho, a maioria das lavouras está na fase reprodutiva, especialmente floração. Contudo, a produção deve ser 17,2% menor atingindo 42,4 milhões de toneladas. Conforme a secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico, muitos produtores optaram em produzir o algodão (pluma e caroço) como segunda safra e a área plantada cresceu 18,6% e atingiu 1,4 milhões de hectares. A produção também deve ser maior do que na safra passada em 17,2%, alcançando o total de 6,3 milhões de toneladas, equivalente a 71% da produção nacional de algodão.

Fonte: Só Notícias

Mais notícias

Déficit de armazéns em Mato Grosso para safra de milho é de 34 milhões de toneladas

Produtor precisa redobrar cuidados para evitar incêndios durante a colheita

Proibição do glifosato pode provocar prejuízo bilionário e ameaça sustentabilidade do agro

Produtores rurais têm até 30 de junho para comunicar vacina contra Brucelose

Exportações de milho crescem 40% e MT consolida posição no mercado internacional

Mato Grosso tem primeiro café produzido só por mulheres na Amazônia