Falso PM matou mulher na frente da filha de 11 anos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Reprodução/Facebook

Uma mulher foi assassinada pelo ex-namorado dela na frente da filha, de 11 anos, na noite desta quarta-feira (21), em Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, Franciene Campos da Silva, de 37 anos, foi morta a tiros pelo ex-namorado Ivoney Grosseli, de 46. Ele cometeu suicídio em seguida.

O assassinato ocorreu na casa da vítima, no bairro Pedra 90, por volta de 19h20. Segundo a PM, moradores ouviram vários disparos na Rua 23 do bairro. Os policiais chegaram e encontraram a filha de Franciene, de 11 anos.

Ela afirmou que a mãe foi baleada pelo ex-namorado e que ele tinha deixado o local em um carro branco. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas Franciene já estava sem vida.

Pouco tempo depois os policiais foram informados de que uma pessoa havia tentado suicídio no bairro Nova Esperança 1. A PM descobriu que Ivoney havia cometido suicídio depois de matar a ex-namorada na casa dela.

Mato Grosso registrou 39 mortes de mulheres entre janeiro e maio deste ano, sendo 20 homicídio e 19 feminicídios, conforme dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT). A média é de quase duas mortes de mulheres por semana no estado.

O levantamento leva em consideração pessoas do sexo feminino com idades entre 18 e 59 anos. De acordo com a secretaria, se comparado com o mesmo período de 2020, quando foram registrados 11 homicídios nos primeiros cinco meses do ano, o aumento foi de 82%.

Fonte: Folha Max