Você sabe qual o verdadeiro significado da Páscoa Cristã?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito: Nossa Sagrada Família

Muitos, conhecem a história da Páscoa como uma celebração a ressureição de Cristo após sua morte e crucificação e também pelos diversos costumes que se criaram nesse período pascal, mas o que muitos não sabem é que esse período começa no domingo da ressureição e termina no domingo de Pentecostes (com duração de 50 dias) e nos prepara para receber o Espírito Santo prometido.

O nome Páscoa é de origem hebraica, da palavra Pessach que significa “passagem”, e leva esse nome pois antes de ser a festa da ressureição, marcava o final do inverno e a chegada da primavera.

Para os cristãos, a Páscoa simboliza a ressureição de Cristo três dias após a sua morte na cruz e por isso é considerada um fundamento da fé cristã.

Porém muitos vem a Páscoa como uma esperança viva dada por Deus ao homens e essa esperança está sempre envolvida por muitos símbolos e estão entre eles:

Cruz: simboliza a vitória de Jesus sobre a morte.

Pão e vinho: representa a vida eterna de Jesus. (em sua última ceia, Jesus ofereceu pão e vinho aos discípulos enfatizando que o pão era o seu corpo e o vinho era o seu sangue).

Cordeiro: simboliza Jesus Cristo por ter se sacrificado em prol do seu rebanho.

Óleos santos: simboliza o Espírito Santo e são representados pelos óleos sacramentais utilizados no batismo, crisma e em unções de enfermos abençoados por bispos e sacerdotes durante a Missa do Crisma que ocorre na Quinta-feira Santa.

Água: utilizada no Sábado Santo, simboliza a pureza e a renovação de Cristo.

Coelhos: símbolo da fertilidade. Está associado a capacidade que a Igreja tem de produzir novos discípulos e espalhar a mensagem de Cristo.

Ovos de Páscoa: simbolizam o nascimento para uma nova vida já que os cristãos do Oriente foram os primeiros a dar ovos coloridos na Páscoa com essa intenção.

Devemos lembrar também que durante toda a Semana Santa (semana que antecede a Páscoa) ocorre a celebração da Paixão de Cristo, sua morte e ressureição e a primeira delas já acontece no Domingo de Ramos. Ela relembra a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém e tem esse nome pois o povo cortou ramos de árvores para cobrir o chão por onde Ele passava.

O domingo de Páscoa celebra a festa da vida. É nele onde são referenciadas a última Ceia, a prisão, julgamento, condenação, crucificação e ressureição de Cristo e é nele que somos convidados à nossa ressureição.

Ou seja, a Páscoa é um período para agradecermos a Jesus pelo sacrificio e também para pensar em todos os nossos atos e renovar os votos perante a Deus para sermos cada vez melhores e dignos desse ato tão nobre para nos libertar e nos dar a vida.

 

Fonte: Nossa Sagrada Família

Mais notícias

seleti

Itanhangá: Prefeitura divulga Processo Seletivo em diversas áreas

acessibilidade

Proposta torna obrigatória comprovação de acessibilidade para liberação de eventos em MT

geada campo

Campo Novo Do Parecis: Zona rural registra geada e estação meteorológica em fazenda marca 1ºC

Operação parador 27

Operação contra exploração sexual prende 120 pessoas em Mato Grosso

pneu

Mulher morre após pneu de caminhão pipa passa por cima de moto

8f9c164ab7ca94acc215d982c07c3e32

Polícia prende acusado de torturar e mutilar esposa; bebe é resgatado

%d blogueiros gostam disto: