Vendedor morre atropelado por motorista embriagado e sem CNH

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Eduardo Florêncio de Lima, de 36 anos, morreu ao ser atropelado por uma Pajero Sport HPE preta, placas de Sinop, no pátio de um posto de combustível, nas proximidades da praça Plínio Callegaro, em Sinop. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas ele não resistiu aos graves ferimentos e foi constatado óbito ainda no local.

Testemunhas relataram que a caminhonete passou por cima de Eduardo. Ele sofreu diversos ferimentos na região do tórax, cabeça (onde apresentava um corte), e outros. “Quando chegamos o rapaz estava bastante lesionado e sem os sinais vitais. Infelizmente não pode fazer mais nada devido as graves lesões”, disse o sargento dos bombeiros Neponoceno.

Já o condutor da caminhonete, de 18 anos, não tem Carteira Nacional de Habilitação. Foi feito teste de bafômetro e apresentou resultado de 0,36 miligramas de álcool expelido pelos pulmões, que configura embriaguez, e por isso ele foi preso. Aos policiais, ele contou que foi tentar estacionar o veículo, quando perdeu o controle da direção.

Ainda consta no boletim de ocorrência, que a Pajero atingiu a mureta de vidro da conveniência da empresa, e só parou após bater em uma bomba de combustível, que caiu sobre um VW Gol prata que estava abastecendo no local. O automóvel ficou danificado.

Eduardo andava de patins no momento do acidente. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal para os exames de necropsia.

A Pajero foi apreendida e encaminhada ao pátio de um guincho, onde fica à disposição da polícia para os trabalhos necessários.

Fonte: Só Notícias

Galeria de Imagens da notícia