Veículo uno capota e criança de 2 anos morre

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Divulgação
Legenda /Crédito da Foto: Divulgação

Não é de hoje que sabemos que dirigir embriagado pode trazer consequências, desde acidentes leves até fatais, o que foi o caso acontecido em Campo Novo do Parecis, no último dia 6, domingo, por volta das 14 horas. Uma mulher embriaga acabou perdendo o controle de seu veículo, um Fiat Uno, em uma curva e veio a capotar, na estrada que dá acesso ao Assentamento 6 Lagoas, nas proximidades do município.

Dentro do veículo haviam, além da condutora, quatro crianças, com idades entre 2 e 11 anos, e o pai da vítima. Com a violência do capotamento, a criança de 11 anos acabou por prender o braço debaixo do carro, e a de 2 anos ficou presa entre o carro e o chão. Os pais ainda tentaram levantar o veículo afim de retirar as vítimas presas, mas devido ao seu peso, não obtiveram sucesso.

Então, o pai teve a iniciativa de cavar com as próprias mãos, assim, livrando o braço da primeira criança. Com persistência, escavando, o mesmo conseguiu encontrar a outra criança debaixo do veículo, e resgatá-la. Com a ajuda de motoristas que passavam pelo local, a criança juntamente com a família foram levadas, de carona, para o município, onde se dirigiram para o Hospital Municipal Euclides Horst.

Infelizmente, momentos após a entrada no hospital, a criança de dois anos, um menino, veio a óbito.

A condutora do veículo, e também mãe da vítima, realizou o teste do bafômetro (ou etilômetro), onde detectou-se que a mesma havia ingerido bebida alcoólica antes de dirigir. Cerca de 0,41 mg de álcool por litro de ar expelido, o que já se enquadra em crime de trânsito como previsto em lei, pois o tolerado atualmente é de no máximo 0,05 mg de álcool por litro, que é a margem de erro dos bafômetros mais 0,01 mg.

A Polícia Civil ainda investiga o caso.

Fonte: Parecis Net