Vaqueiro é preso pela segunda vez acusado de estuprar a enteada de 14 anos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O homem de 39 anos, foi preso em Pontes e Lacerda. Ele é acusado de estupro de vulnerável contra a enteada de 14 anos. De acordo com a Polícia Civil, no dia 10 de junho ele já havia sido preso em cumprimento a mandato de prisão temporária decretada, após a menina fugir para a casa da avó, que denunciou o fato à polícia. Entretanto, foi posto em liberdade 30 dias depois.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o padrasto passou a ser investigado desde o mês de março. Ele teve a prisão expedida por cometer violência sexual contra a adolescente que era abusada desde os 12 anos.

A menor relatou que além do abuso, o suspeito também ameaçava matar a família se ela contasse pra alguém. Relatou que o padrasto acordava durante as madrugadas e obrigava ela a fazer comida para ele. Depois, cometia os abusos em um cômodo do lado de fora da casa.

Quando os policias foram até a casa, o suspeito mentiu sobre a identidade dele para tentar fugir, mas foi descoberto e encaminhado à delegacia. Em 2012, ele já havia respondido procedimento por lesão corporal, diante da comunicação da mãe, que informou que o padrasto tinha agredido a menina com um fio de luz, na época a garota tinha 8 anos e apresentava sinais da agressão pelo corpo.

Fonte: Só Notícias