Tio é suspeito de matar jovem de 20 anos com golpe de facão no pescoço

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: ReproduçãoInstagram

A jovem Leidy Luana Peixoto, de 20 anos, foi morta com um golpe de facão no pescoço na madrugada de hoje no bairro Santaria, em Rio Branco do Sul, Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo as primeiras informações da Polícia Civil, o principal suspeito do crime é um tio da jovem, irmão da mãe da vítima. Segundo as primeiras informações, o homem demonstrava interesse sexual na sobrinha e atacou a jovem ao vê-la conversando com amigos na rua, após uma breve discussão entre os dois.

A vítima chegou a correr do ataque, por cerca de 50 metros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. O suspeito, que já tem passagem pela polícia por estupro, fugiu por uma área de mata e continua foragido. De acordo com outro tio da vítima, irmão do suspeito, ele sempre foi perigoso e tem problemas com álcool. “Ele passou seis anos preso e é muito encrenqueiro. (…) Ele já chegou armado com um facão e começaram a discutir”, detalhou.

Uma amiga da vítima, que prefere não ter o nome divulgado, afirma que o suspeito tinha saído da prisão recentemente, mas que Leidy não tinha expressado receio de que o tio fizesse alguma coisa contra a família. “Ela sempre foi uma pessoa boa, humilde e batalhadora. Como morávamos longe uma da outra, sempre conversávamos por mensagens com frequência. Ela nunca tinha falado sobre os problemas que o tio tinha com a polícia e de que teria medo de que ele fizesse algo”, diz.

A Polícia Civil do Paraná realiza buscas pelo suspeito na região. O corpo da jovem deve ser liberado do Instituto Médico Legal ainda nesta tarde. Leidy deixa uma filha de 4 anos.

Fonte: UOL