Sema-MT combate extração ilegal de minérios no Norte de Mato Grosso

Crédito: Divulgação

A Secretaria de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema-MT), com o apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar, realizou, na Região Norte do Estado, mais uma fase da Operação Amazônia, para o combate à extração ilegal de minérios. A ação resultou na apreensão de 12 equipamentos, sete autuações com embargos e na aplicação inicial de R$ 130 mil em multas.

A operação ocorreu nos municípios de Colíder, Carlinda e Paranaíta, entre os dias 19 e 21 de setembro, com base em alertas remotos de monitoramento por satélite, na investigação feita pela Superintendência de Fiscalização da Sema-MT, bem como por meio de denúncias formalizadas pelo canal da ouvidoria da Pasta.

Durante a fiscalização foram realizadas autuações nos empreendimentos que operavam sem Licença de Operação para a atividade de extração mineral e embargados àqueles que operavam de forma irregular, os quais foram multados e tiveram os maquinários apreendidos.

Ao todo foram apreendidas quatro máquinas escavadeiras e oito motores estacionários. Os equipamentos foram destinados para as Prefeituras de Colíder e de Paranaíta, como fiéis depositárias.

A Operação Amazônia foi deflagrada em março deste ano pelo Governo de Mato Grosso, que colocou 200 servidores em campo e equipes de monitoramento remoto para promover a responsabilização de infratores contra crimes ambientais.

Canal de denúncia

A Sema-MT atende denúncias da população contra crimes ambientais e pescas predatórias no telefone 0800 065 3838, pelo e-mail [email protected], pelo WhatsApp (65) 99321-9997 e em suas Unidades Regionais.

Fonte: Sema/MT

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Governo de MT cria fundo para destinar valores confiscados do crime organizado à Polícia Civil

Trabalhador morre soterrado em silo em fazenda na MT-235

Três bebês morrem em UTI neonatal de Colíder

Trabalhador morre ao receber descarga elétrica em fazenda

Itanhangá: Vereadores aprovam projetos e indicações antes do recesso

Trabalhador morre esmagado por tora de madeira