Polícia prende suspeito de agredir namoradas que conhecia pela internet

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Um homem suspeito da prática reiterada de crimes de lesão corporal e ameça no âmbito da Lei Maria da Penha, praticados contra companheiras de fora do estado e que conhecia pela internet, teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, no município de Campo Novo do Parecis.

Desde o início do ano, o suspeito de 24 anos já fez três vítimas, as quais conhecia através de redes sociais e as convidava para vir morar com ele em Campo Novo do Parecis.

A primeira vítima, de 19 anos, veio do estado do Maranhão e após alguns meses morando com o suspeito começaram as agressões, por ele não aceitar as roupas que ela usava, e não querer que ela saísse de casa, nem mesmo para procurar emprego. Na ocasião, a Polícia Civil realizou o acolhimento da vítima que voltou para seu estado de origem.

Algum tempo depois, o suspeito conheceu uma nova namorada, de 16 anos, do estado do Pará e também veio morar com ele em Campo Novo do Parecis. A nova companheira também foi agredida, e em uma ocasião, após uma discussão ele pegou uma faca e fez um corte no pescoço da vítima enquanto ela dormia.

Recentemente, o suspeito conheceu outra vítima, de 20 anos, também do estado do Pará e que veio para Mato Grosso. Desde o início da relação, a vítima era ameaçada e agredida pelo suspeito, então decidiu procurar a Polícia.

Diante do histórico de agressões do suspeito, o delegado de Campo Novo do Parecis, Honório Gonçalves dos Anjos Neto representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito que foi deferido pela Justiça e cumprido nesta quarta-feira (06).

“Analisando os fatos, e o histórico do investigado, fica clara a reiteração na prática de lesão corporal no contexto da Lei Maria da Penha. A prisão vem para evitar que ele continue atraindo novas vítimas, resguardando uma possível pessoa que ele possa conhecer pela internet e convencê-la a morar com ele em Campo Novo do Parecis”, disse o delegado.

Fonte: Parecis Net

Mais notícias

esttt

Para convencer familiares, adolescente grava estupro e tio é preso

reguladordetensao

Itanhangá: Bandidos furtaram reguladores de tensão

zapp

Cresce número de crimes de estelionato e maioria dos casos é de clonagem do WhatsApp em MT

conge

Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola

produtoo

Inquérito sobre homicídio de produtor rural é concluído e 4 são indiciados pelo crime

marmi

Jovem de 19 anos é assassinado com tiro na cabeça na rua

%d blogueiros gostam disto: