Polícia interrompe velório e apreende ossada humana encontrada em carro na Bolívia

Crédito: Reprodução

Ossada humana de um cuiabano que foi executado na Bolívia, na última semana, foi apreendida pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), durante o velório nessa terça-feira (24), na Capital. Conforme informações preliminares, o homem era conhecido como “Junior Gago” e tinha várias passagens criminais em Cuiabá.

O brasileiro estava em alguma ação do crime na cidade de San Matías, na Bolívia, quando foi sequestrado, morto e depois teve o corpo queimado pelos bandidos. Restos mortais foram encontrados no porta-malas de um carro, onde haviam um segundo corpo – de mulher -, no banco do passageiro atrás.

De acordo com o delegado Caio Albuquerque, policiais receberam a informação de que familiares estavam fazendo o velório da vítima, Andrés de Araújo Cerqueira, 33, mas sem o atestado de óbito. A própria família estava solicitando o atestado para sepultar o corpo. Família diz ter certeza ser corpo de Andrés.

“Informamos que isso não procedia dessa forma, como era supostamente por morte violenta, o procedimento padrão é encaminhar essa ossada pata necropsia e verificar a causa da morte e identificar a vítima. Assim foi feito, o corpo foi encaminhado ao IML, mas até o momento não se tem a identificação, até porque está bastante destruído e carbonizada”, explicou.

Fonte: Gazeta Digital

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Trio morre em confronto com o Bope em ‘fábrica de drogas’ e 600 kg de cocaína são apreendidos

Dupla envolvida em assassinato de homem morre em confronto com policiais da Força Tática

Irmãos são presos em flagrante transportando 25 tabletes de cocaína na MT-246

Mulher cai em golpe e perde R$ 12,6 mil em transferências PIX, criminoso se passou por funcionário do banco

Chamado na porta homem leva tiro no rosto e morre

Polícia Civil intensifica ações de combate aos crimes contra a flora no norte de MT