Polícia Civil prende suspeito de matar onças-pintadas

Crédito: Reprodução

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (22) um homem suspeito de matar onças-pintadas na região de Paranaíta. A prisão ocorreu durante uma ação deflagrada em parceria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para apurar a denúncia de abate de animais silvestres na região para oferecer aos cachorros da propriedade.

No local, as equipes da Polícia Civil e do Ibama constataram o crime.

Os policiais civis encontraram um tacho onde estava sendo cozida a carne do animal silvestre, além de ossos do animal abatido.

A equipe policial ainda encontrou a cabeça de uma onça-pintada, pendurada às margens do rio, com indícios de ter sido recém abatida.

A suspeita é de que o homem tenha matado, no último mês, pelo mesmo dois espécimes do animal silvestre.

Na propriedade foram apreendidas armas de fogo e munições, além da carne e gordura do animal abatido que estavam no congelador da residência.

A delegada de Paranaíta, Paula Barbosa, informou que o suspeito, de 44 anos foi autuado em flagrante pelo crime ambiental além da posse irregular de armas de fogo, utilizadas, provavelmente para abater os animais.

O suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Paranaíta e depois será apresentado em audiência de custódia do Poder Judiciário.

A onça-pintada é o maior carnívoro da América do Sul, o terceiro maior felino do mundo e o único representante do gênero Panthera (que inclui leões, leopardos e tigres) no continente americano. Elas ocupam o topo da cadeia alimentar e têm um papel fundamental no equilíbrio dos ecossistemas, pois atuam na regulação do tamanho populacional de outras espécies animais.

 

Fonte: Polícia Civil - MT

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Trio morre em confronto com o Bope em ‘fábrica de drogas’ e 600 kg de cocaína são apreendidos

Dupla envolvida em assassinato de homem morre em confronto com policiais da Força Tática

Irmãos são presos em flagrante transportando 25 tabletes de cocaína na MT-246

Mulher cai em golpe e perde R$ 12,6 mil em transferências PIX, criminoso se passou por funcionário do banco

Chamado na porta homem leva tiro no rosto e morre

Polícia Civil intensifica ações de combate aos crimes contra a flora no norte de MT