PF faz operação contra desmatamento em Mato Grosso e sequestra R$ 1,2 milhão

Crédito: Divulgação

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (15/05) a Operação ANKARA, no cumprimento de 08 Mandados de Busca e Apreensão, nas cidades de Aripuanã/MT, Espigão D’Oeste/RO e Tocantins/MG, com o objetivo de combater a prática de extração clandestina de madeira da Terra Indígena Aripuanã.

Está sendo cumprido também o sequestro judicial de bens dos envolvidos, até o valor de R$ 1.256.826,97, que engloba valores estimados até o momento pelas investigações para a recuperação de áreas degradadas, rendimentos ilícitos auferidos pelo grupo e movimentações financeiras suspeitas de lavagem de capitais.

As investigações se iniciaram após a realização de fiscalização conjunta da Polícia Federal e do IBAMA, em julho de 2022, próximo à Aldeia Paralelo 10, em um ramal que dá acesso à Terra Indígena Aripuanã.

Na oportunidade, foi realizada a abordagem da pessoa que se autointitula “Turco”, que conduzia uma caminhonete bandeirante branca, vindo da saída da Terra Indígena. Com ele foram encontradas ferramentas destinadas à manutenção de maquinário pesado, assim como folhas e documentos de registros contábeis e de logísticas destinados a conferência de metragem e valores de espécies de madeira (romaneio de toras).

Consta, ainda, que foi destacada equipe policial para o interior das áreas de exploração, percebendo-se várias toras de madeira aguardando serem retiradas, assim como máquina trator esteira dirigida à extração/corte de madeiras.

Com o aprofundamento da investigação foi identificada a existência de uma organização criminosa voltada a prática de desmatamento ilegal, extração e comercialização ilegal de madeira em Terra Indígena (com o apoio de indígenas para essa finalidade), visando, ainda, à inserção de dados falsos no sistema SISFLORA, conferindo-se ares de legalidade à transação e transporte da madeira, com a sua respectiva comercialização no mercado interno.

A OPERAÇÃO ANKARA faz alusão à capital da Turquia (Ancara), considerando que o principal alvo se autodenomina “Turco”.

Fonte: Assessoria PF

Mais notícias

Ipiranga: Criminosos tentaram decepar cabeça de homem ao vivo

Dois criminosos suspeitos de decapitar mulher morrem em confronto com as forças de segurança

Em uma semana, operações das forças de segurança dão prejuízo de R$ 9 milhões ao crime organizado

Tapurah: Polícia prende suspeito de dar suporte a roubo de Hilux

Gefron apreende 207 tabletes de entorpecentes e causa prejuízo ao tráfico de R$ 1,6 milhão

Criminoso que matou ex-namorada a facadas durante ataque de ciúme é preso