Pai mata filhas de 4 e 8 anos a facadas e depois coloca fogo no carro onde elas estavam

Crédito: Guarda Civil/Reprodução/Redes Sociais

Um motorista de aplicativo é suspeito de matar a facadas as duas filhas de 4 e 8 anos de idade e depois atear fogo no carro com elas dentro, na GO-462, em Santo Antônio de Goiás. Segundo o delegado Humberto Teófilo, os avós das crianças chegaram a mostrar uma ligação gravada em que o homem disse que iria matá-las para vingar uma suposta traição da esposa.

Ramon foi preso na tarde da última terça-feira (23), dia seguinte ao crime. O delegado disse que o autor do crime falou brevemente com a polícia, mas precisou ser encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiás (Hugo).

O hospital informou que Ramon estava com ferimentos na garganta e abdômen, passou por cirurgia, está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), estável, sem febre e sem uso de droga vasoativa.

O tenente da Polícia Militar Sanndiney Batista afirmou que os corpos das crianças estavam carbonizados quando foram encontrados.

O delegado Humberto Teófilo explicou que na gravação da ligação com o pai das crianças foi possível ouvir as meninas implorando para que ele não as matassem.

“As meninas estavam gritando ‘não faz isso’. Os avós estavam desesperados quando pararam a viatura para pedir ajuda”, contou o delegado.

De acordo com o delegado, o homem agrediu a esposa após saber da traição. No dia do crime, ele pegou o carro dela e buscou as meninas na escola. “Ele normalmente não busca as crianças no colégio, ontem ele foi. Então ele pegou as duas lá e não voltou para casa”, disse o delegado

 

Fonte: G1 - GO

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Trio morre em confronto com o Bope em ‘fábrica de drogas’ e 600 kg de cocaína são apreendidos

Dupla envolvida em assassinato de homem morre em confronto com policiais da Força Tática

Irmãos são presos em flagrante transportando 25 tabletes de cocaína na MT-246

Mulher cai em golpe e perde R$ 12,6 mil em transferências PIX, criminoso se passou por funcionário do banco

Chamado na porta homem leva tiro no rosto e morre

Polícia Civil intensifica ações de combate aos crimes contra a flora no norte de MT