Pai e mãe são presos suspeitos de matar menina de 1 ano

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Legenda /Crédito da Foto: Divulgação

O pai e a mãe da menina de 1 ano e dois meses encontrada morta nessa terça-feira (6/7) em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, estão presos preventivamente. A informação foi confirmada pela Polícia Civil nesta quarta (7/7). A criança tinha sinais de violência.

Segundo a Polícia Militar (PM) do município, o homem de 36 anos foi localizado por volta das 21h no Bairro Monte Carmelo, perto da casa de parentes, minutos depois da chegada de uma denúncia à corporação. As diligências começaram quando a morte da criança foi registrada mais cedo naquele dia.
O homem foi localizado na rua e chegou a resistir à prisão. O suspeito tem passagens pela polícia. A mãe e uma irmã dele também foram conduzidas à delegacia para averiguar se teriam facilitado a fuga, segundo a PM.
Ainda de acordo com a PM, a mãe da menina, que tem 28 anos, foi detida porque, segundo informações de testemunhas, teria agredido a vítima em outras ocasiões. O casal tem outros quatro filhos.
De acordo com a PM, o suspeito teria ido até a casa da mãe dele alegando que a menina estava morta. A mulher, então, pediu que o esposo fosse até ao local para averiguar o que estava acontecendo. Quando ele chegou na casa, viu menina sem vida e chamou a mãe dela, que estava dormindo.
“(…) o pai e a mãe da criança estão presos preventivamente pelo crime e, pelos levantamentos policiais realizados, a vítima teria sido agredida com golpes que causaram lesões em várias partes do corpo”, informou a Polícia Civil de Minas Gerais na manhã desta quarta (7/7), por meio de nota.

“Os suspeitos negam a prática criminosa, mas são investigados por homicídio qualificado”. A Polícia Civil também informou que investiga “possível prática de abuso sexual”.

A Delegacia de Polícia Civil em Montes Claros é responsável pelas investigações.

Fonte: ESTADO DE MINAS