Mulher é engolida por cobra Píton de 5 metros

Crédito: Reprodução

Uma mulher foi morta por uma cobra píton de 5 metros na região central da Indonésia. Segundo a agência de notícias AFP, ela foi engolida inteira.

A mulher de 45 anos, da vila de Kalempang, na província de Sulawesi do Sul, havia dito ao marido na quinta-feira que iria vender pimentões para um colecionador. Porém, ela não retornou, e seu marido e parentes iniciaram uma busca, segundo o chefe da vila, Suardi Rosi, ao site de notícias Detik.com.

Na manhã seguinte, uma píton foi descoberta perto dos pertences abandonados da mulher, segundo o relato. Moradores e o marido da mulher – identificada apenas como Farida – mataram a cobra e cortaram sua barriga.

Antes, seu marido “encontrou seus pertences… o que o deixou suspeito. Os moradores então procuraram na área. Logo avistaram uma píton com uma grande barriga”, disse Suardi.

“Eles concordaram em abrir o estômago da píton. Assim que fizeram isso, a cabeça de Farida foi imediatamente visível.”

Farida foi encontrada completamente vestida dentro da cobra. Embora tais incidentes sejam considerados extremamente raros, várias pessoas morreram na Indonésia nos últimos anos após serem engolidas inteiras por pítons.

No ano passado, uma píton de 8 metros foi morta por moradores no distrito de Tinanggea, no sudeste de Sulawesi, depois de ser encontrada estrangulando e comendo um dos agricultores em uma vila.

Em 2018, uma mulher de 54 anos foi encontrada morta dentro de uma píton de 7 metros na cidade de Muna, no sudeste de Sulawesi.

Um fazendeiro em Sulawesi Ocidental desapareceu um ano antes. Ele foi comido vivo por uma píton de 4 metros.

Fonte: ÚLTIMO SEGUNDO

Mais notícias

Itanhangá: Projetos e indicações foram votadas na ultima sessão da Câmara De Vereadores

Homem morre em colisão entre motos e dois estão hospitalizados

Governo de MT entrega 281 km de asfalto novo da MT-140

Sistema para ressarcir golpes do pix vai mudar; Veja dicas

Tabaporã: Cabo PM de folga evita linchamento com possível assassinato brutal

Brasnorte: Homem que assassinou jovem por causa de vídeo no TikTok é condenado a mais de 13 anos de prisão