MT registrou mais de 300 assassinatos nos primeiros quatro meses do ano

Crédito: Reprodução

Em mato grosso, de janeiro até abril deste ano, 301 pessoas foram assassinadas no estado. Em média, são mais de duas mortes por dia. Os dados são da Superintendência do Observatório de Segurança Pública do Estado (Sesp), referentes a latrocínio, roubo, furto e assassinatos.

De acordo com o levantamento, em 2022, foram 923 homicídios dolosos – quando não há intenção de matar. Mas, mesmo com o registro de assassinatos diariamente, os números estão em queda.

Em relação a latrocínio, que é o roubo seguido de morte, foram registrados três casos nos primeiro quatro meses. O número apontou uma redução em relação ao ano passado, que foram 29 casos.

Já no crime de roubo, foram registrados 1.774 casos. Nos últimos anos também houve queda anual, pois, desde de 2020, os números estão abaixo dos 10 mil casos ao ano.

O maior volume de ocorrências em 2023 estão caracterizadas no crime de furto. Foram 11.571 casos, uma média de quase 100 furtos por dia no estado, do começo do ano até o fim de abril. Relacionado ao ano passado, 38.257 ocorrências foram registradas e, desde 2020, os números estão abaixando.

Os dados também apontaram que 2016 foi o último ano em que Mato Grosso ultrapassou a marca de mil assassinatos por ano.

Fonte: G1 - MT

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Pai não abre a porta e filho o encontra morto dentro do quarto

Itanhangá: Câmara de vereadores aprova e Agrovila Monte Alto passa a ser perímetro urbano

Itanhangá: Caminhoneiro perde controle e caminhão tomba na MT 338

Polícia descarta “preliminarmente envolvimento de ex-marido” na morte de filha de deputado

Sorriso é a cidade com maior taxa de estupros no país

Filha do deputado Gilberto Cattani é assassinada a tiros