Motorista escolar é indiciado por matar piloto e fugir do local

Crédito: Reprodução

A Polícia Civil indiciou o motorista escolar V.D.C.R, . pelo crime de por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, pelo acidente que matou o motociclista Jarlos Dellalibera, de 30 anos, no dia 16 de setembro desse ano, na rodovia estadual MT-322, que liga Peixoto de Azevedo ao Distrito de União do Norte.

Segundo informações de testemunhas, o autor fugiu do local sem prestar socorro à vítima. Imagens captadas mostram o indiciado, conduzindo um veículo Meriva, tenta fazer uma conversão ilegal à esquerda, quando é atingido pela motocicleta que vinha na sua via.

Em depoimento, após o acidente, o motorista indiciado disse que se afastou do local, pois “temia ser agredido” e que explicou ao seu patrão o que teria ocorrido.

“A conduta causou consequências gravíssimas. Todavia, a legislação brasileira não permite o decreto de prisão preventiva em homicídio culposo na condição de veículo”, explicou o delegado Geordan Fontenelle.

Fonte: Folha Max

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Mulher cai em golpe e perde R$ 12,6 mil em transferências PIX, criminoso se passou por funcionário do banco

Chamado na porta homem leva tiro no rosto e morre

Polícia Civil intensifica ações de combate aos crimes contra a flora no norte de MT

Polícia Militar frustra mais uma invasão a propriedade rural

Polícia prende seis por crimes ambientais com pescado e carne de animais silvestres

Homem é encontrado morto em Sinop com bilhete de aviso “É proibido roubar na quebrada”