Meninos forjam sequestro e deixam bilhete pedindo R$ 10 mil de resgate em MT

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Crédito:

Quatro meninos, com idades entre 10 e 13 anos, forjaram um sequestro e pediram resgate de R$ 10 mil aos pais, em Tangará da Serra. Segundo a Polícia Militar, dois dos meninos são irmãos. Ouvidos na Polícia Civil, eles confessaram terem planejado o falso sequestro. Os irmãos disseram, ainda, que decidiram fugir de casa porque sofriam maus-tratos.

Segundo o tenente da Polícia Militar, Gabriel Foletto, todos saíram de casa no início da tarde de sexta-feira (22), como se fossem para a aula, mas nem mesmo chegaram a entrar nas escolas onde estudam.

Nas redes sociais, começaram a circular informações de que eles poderiam ter sido sequestrados. Um dos irmãos, de 10 anos de idade, chegou a forjar um bilhete de resgate, onde pedia R$ 10 mil.

“Eles confirmaram que planejaram tudo, que tiveram a ideia de inventar o falso sequestro. Eles disseram que sofriam maus-tratos em casa e, por isso, teriam fugido. Eles moram em cantos diferentes da cidade. Se encontraram e saíram andando. Eles passaram a noite em uma casa abandonada e comeram só frutas, segundo eles”, disse o tenente.

Pelo menos 25 policiais militares e civis foram mobilizados no município para participarem das buscas pelos meninos desaparecidos. Na manhã deste sábado (23), uma pessoa não identificada ligou para a polícia e denunciou ter visto dois dos meninos próximos ao cemitério municipal. Quando foram encontrados, eles ainda estavam com as mochilas e as roupas com as quais foram vistos pela última vez.

Os quatro meninos foram ouvidos na delegacia e liberados na companhia dos respectivos pais. Segundo a Polícia Civil, os pais só podem ser responsabilizados de alguma forma pelo o que aconteceu se for comprovada a denúncia feita pelos irmãos de que são agredidos constantemente pelos pais.

O Conselho Tutelar de Tangará da Serra, que acompanha o caso, disse que os meninos não apresentam sinais de machuvados pelo corpo, mas que ainda devem passar por exame de corpo de delito.

Fonte: G1/MT

Mais notícias

siloo

Incêndio de grandes proporções atinge silo de soja

covers

Motociclista morre ao bater em carreta que fazia conversão em rodovia

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) volta atendimento presencial nas agências.

INSS suspende temporariamente perícias médicas

casos

Itanhangá: Casos de covid estão aumentando e população precisa se cuidar

picape

Casal é resgatado de carro levado pela correnteza de rio

cilindra

Acidente de moto potente e carro mata rapaz em rodovia

%d blogueiros gostam disto: