Mato Grosso aplica R$ 1,1 bilhão em multas ambientais nos primeiros 7 meses do ano

Crédito: Reprodução

O Estado aplicou R$ 1,1 milhão em multas ambientais em fiscalizações de combate ao desmatamento ilegal em Mato Grosso, entre janeiro e julho de 2023. Foram 185 operações realizadas nos primeiros sete meses do ano, planejadas pela Gerência de Planejamento de Fiscalização e Combate ao Desmatamento (GPFCD) da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT).

Nesse período, 55,2% das multas foram aplicadas por equipes em campo, que flagraram o desmatamento e impediram o aumento do dano ambiental. Os outros 44,8% das multas foram de modo remoto, utilizando imagens de satélite de alta resolução, que mostram com precisão as áreas antes e depois do desmate ilegal.

No período, foram emitidos 2.596 autos de infração contra infratores, de forma digital, diretamente no Sistema Integrado de Gestão Ambiental de Autuação (SIGA Autuação). Por meio da tecnologia, o trâmite é mais célere, transparente e auditável.

“O Estado está empenhado, com equipes em campo e o aprimoramento contínuo da fiscalização ambiental, com o maior investimento da história nesta ação, de R$ 77 milhões neste ano. Nenhum desmate ilegal passa despercebido pelo nosso monitoramento, e as chances são grandes de alguma equipe estadual ir até o local e apreender máquinas, multar e embargar a área. O crime não compensa em Mato Grosso”, destaca o secretário de Estado de Meio Ambiente em exercício, Alex Marega.

As multas foram aplicadas em parceria pela GPFCD, Coordenadoria de Fiscalização de Flora (CFFL), Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA), regionais da Sema, Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), Polícia Militar, Coordenadoria de Fiscalização de Empreendimentos e Coordenadoria de Fiscalização de Fauna (CFFA).

Operação Amazônia

O Governo de Mato Grosso realiza a Operação Amazônia contra crimes ambientais, com equipes em campo e de monitoramento remoto, para responsabilizar os infratores. Quem se deparar com um crime ambiental deve denunciar por meio dos contatos: Policia Militar (190), ouvidoria da Sema (0800 065 3838) ou pelo novo WhatsApp para denúncias (65) 9 8153-0255.

Fonte: Sema/MT

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Governo de MT cria fundo para destinar valores confiscados do crime organizado à Polícia Civil

Trabalhador morre soterrado em silo em fazenda na MT-235

Três bebês morrem em UTI neonatal de Colíder

Trabalhador morre ao receber descarga elétrica em fazenda

Itanhangá: Vereadores aprovam projetos e indicações antes do recesso

Trabalhador morre esmagado por tora de madeira