Mãe de menor envolvido em assalto queria filho na cadeia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na manhã da segunda-feira, 20/09, uma mãe estava na frente da Delegacia Municipal de Polícia Civil de Alta Floresta, aguardando ser chamada para liberação do filho ou acompanhar uma audiência de custódia do menor que ajudou a roubar um carro, amarrar o dono e deixa-lo dentro do mato e ainda queimar posteriormente o veículo.

A mulher que tem outros cinco filhos, se dizia indignada. “Mas não estou indignada por que meu filho está preso e sim, porque vai ser solto. Ele deveria ficar aí preso, pagar pelo que fez. Sinto na pele o que fizeram com o trabalhador. Não concordo de jeito nenhum deles terem roubado o carro que o homem tira o sustento de casa e depois ainda tocar fogo. Nunca o ensinamos a cometer crime.

Os irmãos deles são pessoas de bem e ele teria que ser ainda melhor, pois nunca lhe faltou nada e nunca apanhou. O educamos para não cometer absurdos como esse, mas se quis partir para esse mundo, eu preferia que ele ficasse preso e pagasse pelo que fez”, disse a mulher.

“É porque não tenho condições, mas se eu pudesse, iria ajudar o dono do carro a comprar outro. Jamais vou concordar com a covardia que fizeram com esse trabalhador. Sou mãe de um dos envolvidos, mas eu queria que ele tivesse uma lição da Justiça para pagar pelo que fez”, finalizou.

Fonte: Jornal da Cidade

Mais notícias

jacaré

Empresário desaparecido é encontrado na barriga de jacaré

we

Operador de máquinas é encontrado morto com crânio decepado

asfartttt

Itanhangá: Asfaltamento da MT 242 entra na fase final

jovem

Ipiranga: Jovem de 20 anos morre em acidente com trator e carretão

indea

Itanhangá: INDEA tem um importante comunicado

muquito

Ministério lança campanha de combate ao mosquito da dengue

%d blogueiros gostam disto: