Itanhangá: Vereadores apresentam indicações que visa melhorar a qualidade de vida da população

Crédito: Sebastião Rodrigues

Em seção realiza na noite do dia (07/06) os vereadores apresentaram indicações e projetos de lei que serão apreciados pelos demais pares e posteriormente de discutidos e que poderão ser aprovados ou não. Destaque para as indicações para o poder executivo sendo que algumas das mesmas já foram atendidas pelo Executivo Municipal.

A vereadora Deise Davis do (PL) apresentou indicação Nº 63/2023, indicando para a Secretaria Municipal de Educação a necessidade de implantação de um local adequado para a prática da modalidade esportiva de Basquetebol, que seja na praça União da Vitoria.

A vereadora no uso da tribuna discorreu sobre a indicação que será discutida na seção do dia (14/06), que destaca a “Lei Henry Borel, lei que fala da violência doméstica” discorreu ainda sobre a premiação Educa MT, a qual a Professora e Vereadora e esteve presente e destacou ainda que a grandeza não consiste em receber honras, mas sim merece-las. A legisladora destacou o comunicado do cartório eleitoral para que a população não deixar para a última hora fazer a biometria (finalizou).

A vereadora Elza Moura do (PSB) Indica ao senhor Prefeito que seja asfaltada as ruas da COHAB bairro cidade Alta, a vereadora Justifica a necessidade pelo fato que a população vem sofrendo a anos na época da seca com poeiras, onde prejudica a saúde de todos causando problemas respiratório.

Fonte: ITA Notícias

Escrito por: Sebastião Rodrigues

Vídeo(s) da notícia

Galeria de Imagens da notícia

Mais notícias

Tapurah: Polícia Civil prende em flagrante homem que fez imagens de vítimas nuas

TRE-MT regulamenta primeira eleição no município de Boa Esperança do Norte

Michelle Bolsonaro anuncia Amália Barros na presidência do PL Mulher em MT

Vereadora do PT tem contas bloqueadas para pagamento de indenização de quase R$ 11 mil a Cattani

Itanhangá: Assinaturas para que tenhamos voto impresso estão sendo colhidas

Medeiros chama vetos de Lula ao marco temporal de “insanos” e defende derrubada